Esporte News

Obras avançam no CT do Flu de Feira

As obras no CT Nóide Cerqueira avançam e a expectativa de que o Fluminense comece a sua preparação para temporada 2018 em sua casa, eliminando deslocamentos e agilizando a arrumação para o próximo ano, quando disputará Campeonato Baiano, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série D. Os campos estão sendo remodelados, assim como outros setores para que atletas, funcionários e a comissão técnica tenham boas condições de trabalho.


Um dos grandes adversários do Touro do Sertão nesta temporada foi a falta de uma melhor estrutura de treinamentos. Com o campo principal interditado para reformas, os jogadores e a comissão técnica tiveram que trabalhar em locais alternativos o que gerou muitos custos , sem falar no desgaste de praticamente todos os dias o grupo ter que se deslocar para treinar em algum lugar dentro ou fora de Feira de Santana.

Com o encerramento das atividades profissionais no último mês de setembro, os dirigentes puderam então se concentrar na agilização das obras de remodelagem não só do campo principal, mas do campo anexo no CT Noide Cerqueira. “Hoje já fizemos a terraplanagem, cobrimos toda a extensão do campo com areia e agora estamos partindo para a colocação da grama. Um problema estava relacionado a água, mas hoje através do nosso conselheiro Ioiô e Humildes, já foi solucionado e nós temos uma vazão de quatro mil litros de água por dia, situação suficiente para que no CT fique bem abastecido de água tanto na parte dos campos como as demais acomodações”, informou José Francisco Pinto, o Zé Chico, diretor de futebol do clube.

A expectativa é de que até o começo de dezembro – quando começarão os treinamentos – que o campo esteja completamente pronto. “Já fizemos toda esta parte e outra novidade é que teremos sistema de irrigação eletrônico. Todos os detalhes a cerca desta situação já foram vistos e se trata de mais uma novidade que vai facilitar o trabalho”, afirmou Zé Chico.

Toda a parte da lavanderia e rouparia também está passando por melhorias, bem como a parte da hotelaria e academia do clube. “Com melhores condições estruturais, vamos ter um rendimento ainda melhor do que o que tem acontecido até aqui. Queremos manter a mesma pegada de um time competitivo que chegue bem nas competições que disputar, sempre brigando pelas primeiras colocações”, observou Zé Chico.

Folha do Estado