Esporte News

Vitória iguala ano do rebaixamento em número de derrotas em casa

Torcedor rubro-negro saque sua calculadora do bolso porque agora nós vamos falar dos números do time no Brasileirão. E, desde já, adianto: são preocupantes.

Pior mandante da competição, o Leão só conseguiu vencer dois jogos, dos 13 que disputou em seus domínios. O time empatou outros três jogos e perdeu oito. É aí que as contas começam a preocupar.


Se voltarmos para 2014, última vez que o Vitória foi rebaixado, e olharmos a tabela daquele ano, veremos que o time também fez péssima campanha como mandante. Além disso, perdeu os mesmos oito jogos em seus domínios. Por outro lado, venceu seis e empatou cinco vezes. Na ocasião, o rubro-negro caiu na 17ª posição, com 39 pontos somados. Dos 38 jogos daquele ano, venceu 10, empatou nove e perdeu 19.

Este ano, ainda restam 14 jogos para o Leão - ou seja, são 42 pontos em jogo. A boa notícia mora aí. Serão oito jogos longe do torcedor e seis como mandante. Fora de casa, o time do técnico Vagner Mancini já mostrou que tem uma melhor desenvoltura.

Só neste ano, foram 11 jogos, com cinco triunfos, dois empates e quatro derrotas. Ou seja, venceu mais do que perdeu. Diferente de 2014, que o clube fez 19 jogos como visitante, venceu quatro - número inferior à atual campanha -, empatou três e perdeu 12.

Mudar de postura diante do seu torcedor é fundamental. Hoje, o Leão tem um aproveitamento muito ruim em casa, de apenas 23% - menos da metade que tem como visitante, que é de 51,5%.

Mancini não jogou a toalha, mas admite que o emocional do grupo está abalado. Após derrota para o São Paulo por 2x1, no domingo, o time caiu para a 19ª posição na tabela, com apenas 26 pontos, de 72 disputados.

“Enfrentamos um adversário com velocidade e que teve a posse de bola. E aí o equilíbrio emocional pesou. O grupo precisa entender que não dá para jogar só quando está ganhando. Mas isso não se adquire em sete dias, leva o tempo de reconstruir. Já tivemos nove meses do ano. Não é em uma semana que vamos acertar isso. Dos últimos seis pontos, a gente fez só um, e isso deu uma estacionada na nossa classificação”, disse o técnico.

Problemas

O adversário da próxima rodada é o Atlético Mineiro, um dos dois únicos times que o Vitória venceu como mandante - o outro foi a Ponte Preta. O problema é que Mancini pode perder Caíque Sá para o duelo, já que o lateral saiu machucado do jogo contra o São Paulo - ele ainda será avaliado pelos médicos do clube. O substituto Patric e Cleiton Xavier estão suspensos.

Já na esquerda, ainda sem Juninho, machucado, o treinador pode voltar a dar chance a Geferson ou apostar novamente em um improviso.

Correiodabahia