Esporte News

1º Circuito Baiano de Baleado bate recorde de inscritos

Tradicional nas atividades físicas da escola, o baleado terá seu primeiro campeonato amador organizado em terras baianas. Trata-se do Circuito Baiano de Baleado (CBB), que acontecerá no Colégio Antônio Vieira, em Salvador, no dia 24 de setembro. Uma das organizadoras do evento, Larissa Lomanto comemorou o sucesso no número de inscritos.


“Em menos de uma semana e meia, todas as vagas foram preenchidas. A tendência é que o torneio conte com 16 equipes femininas e oito masculinas. A movimentação foi muito grande. Muita gente acreditou no nosso projeto, até porque isso foi muito demorado. É um grupo de pessoas que realizaram o sonho de pôr em prática um projeto”, avaliou Larissa Lomanto.

Para Larissa, o CBB é uma forma de atrair a atenção de pessoas que gostam de esportes. “Afinal, quem nunca praticou baleado? Eu jogava na rua, não só na escola. Queremos mais investimento de empresários, do poder público. Não só do baleado. Mas outros esportes não têm tanta notoriedade como o futebol”, argumenta.

Na visão da organizadora, o evento chega num momento em que as escolas estão voltando a abrir as portas para o baleado. “Começaram a encarar o baleado como um esporte sem restrições. Nosso evento, por exemplo, é uma inclusão de pessoas. Várias faixas etárias, níveis culturais. Acredito que as escolas buscam isso também”, ressalta.

Por fim, ela também crê que este movimento na Bahia seja de vanguarda em relação a outros estados do país. “Em outros estados, o baleado é conhecido como queimada ou baleou. Mas esse esporte não é tão difundido como aqui”, opina.

Bahia Notícias