Esporte News

Série D: Cancão joga com regulamento e avança às quartas

Com sabedoria e muita maturidade a Juazeirense soube segurar o ímpeto do Fluminense, ao empatar com o rival local na noite deste domingo, por 0 a 0, no Estádio Adauto Moraes. O resultado, leva a equipe comandada por Carlos Rabello as quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, mantendo vivo o sonho do acesso.


Após empatar o jogo de ida por 3 a 3, o Cancão tinha a vantagem de jogar por três (0 a 0, 1 a 1 e 2 a 2) resultados de empate para seguir na disputa. Com inteligência, o time soube sofrer e aguentou bem a pressão do Fluminense na primeira etapa, equilibrando o jogo no segundo, etapa em que os mandantes souberam 'gastar o tempo'.

A campanha da Juazeirense surpreende a muitos, mas não os que conhecem o trabalho do competente Carlos Rabello. O experiente treinador é sem sombra de dúvida o grande responsável pelo time ter chego tão longe na competição.
Com uma carreira sólida e bons trabalhos no interior de São Paulo, entre outros, Rabello trouxe gana e disciplina tática a equipe. Prova do grande trabalho a frente do Cancão foi o jogo de hoje, no qual seu time teve uma postura extremamente estratégica.

Precisando de uma vitória simples para avançar a próxima fase, o Fluminense dominou completamente o primeiro tempo. A pressão foi imensa, com o time de Feira de Santa atacando durante praticamente os 45 minutos. Aos 11, Kate marcou após grande jogada de Jumar.

Porém, o árbitro Paulo Henrique de Melo Salmazio anulou, alegando que o jogador estava impedido, para desespero de jogadores, torcedores e da comissão técnica do Touro do Sertão. Quatro minutos depois, Kate assustou novamente em batida que desviou na zaga. No último minuto da etapa inicial, David Ceará bateu falta no capricho, mas ninguém aproveitou e a bola foi pela linha de fundo.

Ao contrário da etapa inicial, onde o Fluminense dominou, o segundo tempo do jogo foi equilibrado e a Juaizeirense soube administrar o relógio, uma vez que o empate sem gols lhe favorecia. A intenção do Cancão ficou clara aos 5 minutos, quando Vaguinho caiu em campo, ganhando um tempo importante, ao receber o atendimento médico e ser retirado na maca.

O Fluminense por sua vez se abriu em busca do resultado, proporcionando o contra-ataque aos donos da casa. Contudo, a melhor organização da Juazeirense aliado a inteligência na hora de 'cozinhar o galo', renderam a classificação ao time da casa.

FICHA TÉCNICA

JUAZEIRENSE 0 x 0 FLUMINENSE DE FEIRA DE SANTANA

Campeonato Brasileiro da Série D – Fase de oitavas de final, jogo de volta

Data: 29 de julho de 2017, sábado

Horário: 18h30

Local: Estádio Adauto Moraes, Juazeiro-BA

Juazeirense: Tigre, Fieta, Júnior Gaúcho, Sílvio e Misso (Deca); Vaguinho, Capone, Nem e Juninho Tardelli; Robert (Salatiel) e Rayllan (Cléber). Técnico: Carlos Rabelo

Fluminense: Jair, Osmar, Lucas Bahia, Eduardo e Gilmar; Rogério (Gianlucas), Kate (João Neto), Memo e Davi Ceará (Pedrinho); Obina e Klenisson. Técnico: Paulo Foiani

Cartão amarelo: Capone, Deca, Sílvio e Tigre (Juazeirense). Lucas Bahia e Pedrinho (Fluminense)

Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmázio (MS/CBF)

Assistentes: Ruy Cesar Lavarda Ferreira (MS/CBF) e Edson Campos Mendonça (MS-CBF)

Público pagante: 1.958

Renda: R$ 19.770,00