Esporte News

Vitória bate o Atlético-MG e deixa lanterna do Brasileiro

O Vitória conseguiu somar os primeiros três pontos no Brasileirão numa vitória incontestável em cima do Atlético-MG, por 2 a 0, neste domingo, 11, no Barradão. A mítica do estádio parece ter ajudado o Leão, que chegou aos quatro pontos e já começa a sonhar com uma reação no torneio.

Apesar da boa atuação, o Rubro-Negro não conseguiu se livrar da zona de rebaixamento, mas ao menos deixou de lado a lanterna do campeonato. O Atlético-MG, por sua vez, segue com seis pontos.

Vitória e Atlético-MG voltam a jogar na próxima quarta-feira, 14. Às 19h30 , o Rubro-Negro recebe o Botafogo, no Barradão. No mesmo horário, o Galo encara o Atlético-PR, no Independência.

O primeiro tempo foi todo do Vitória: jogando no Barradão pela primeira vez no Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro teve as melhores chances de gol e, também, mais volume de jogo, sobretudo com jogadas muito trabalhadas pela esquerda, com Gabriel Xavier, e pela direita, com David.

Não fossem os pés descalibrados em chances claras dentro da pequena área, o Vitória teria um placar bem mais folgado antes do intervalo. A primeira foi perdida por David, logo aos 8 minutos. O atacante recebeu bola de Gabriel Xavier, pela esquerda, mas chutou para fora mesmo estando de cara para o gol.

Aos 15 minutos, David surgiu pela direita e recebeu boa bola, já dentro da área. Ele conseguiu o cruzamento rasteiro para o meio da área que seria para Kieza, mas Felipe Santana fez o corte.

O mesmo David, aos 44 minutos, deixou escapar cruzamento de Leandro Salino e perdeu a chance de ampliar para o Leão.

Foi aos 17 minutos que aconteceu o lance que trouxe o esperado alívio ao torcedor que compareceu ao Barradão: Kieza foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Dois minutos depois, o mesmo Kieza cobrou com categoria e converteu: 1 a 0 para o Leão.

Na segunda etapa, o jogo demorou até 'esquentar'. O Vitória tirou um pouco o pé do acelerador e começou a jogar um pouco mais recuado. Mesmo assim, o Atlético-MG não conseguiu se impor e tinha dificuldade em levar perigo ao gol de Fernando Miguel.

A maior chance do Galo foi aos 9 minutos, quando Fred aproveitou um descuido da zaga e arrancou num contra-ataque, finalizando de fora da área com uma bola venenosa, que quicou e foi defendida pelo goleiro rubro-negro.

E foi logo quando o Atlético-MG começou a crescer no jogo que o Vitória respondeu logo, com Quando o Atlético-MG era melhor em campo, o Vitória ampliou o placar com Neilton, aos 19 minutos. O jogador se livrou da marcação, invadiu a área e finalizou sem chance de defesa para Victor.

O gol serviu como um balde de água fria para o Galo, que não buscava mais o resultado. O Rubro-Negro teve chance de ampliar, com Paulinho, mas o jogador desperdiçou grande chance aos 36 minutos, quando demorou para finalizar e acabou desarmado.

Nos minutos finais, o Vitória não teve maiores dificuldades em administrar o resultado e conseguiu seu tão esperado primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro.

Vitória 2 x 0 Atlético-MG

Local: Barradão em Salvador (BA)

Quando: Domingo, 11 de junho, às 16h

Gols: Kieza, aos 19' do 1ºT e Neílton, aos 19' do 2º T.

Cartões amarelos: Willian Farias (suspenso do próximo jogo), Paulinho e David (Vitória); Erazo e Ralph (Vitória)

Público: 6.812 pagantes

Renda: R$ 81.322,00

Árbitro: Raphael Claus

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti (trio de São Paulo)

Vitória:

Fernando Miguel, Leandro Salino, Kanu, Fred e Thallyson; Willian Farias, Uillian Correia (René Santos) e Gabriel Xavier (Cleiton Xavier); David, Kieza e Neilton (Paulinho).

T: Alexandre Gallo

Atlético-MG

Victor, Yago (Ralph), Felipe Santana, Erazo e Danilo Barcelos; Rafael Carioca, Elias e Valdívia (Otero);  Marlone (Capixaba), Robinho e Fred

T: Roger Machado