Esporte News

Com virada, Chape se garante na Copa Sul-Americana

A Chapecoense entrou em campo nessa terça poucas horas depois da bombástica notícia de que estava eliminada da Copa Libertadores da América por causa de uma escalação irregular. E mesmo assim o Verdão do Oeste teve de buscar equilíbrio para encarar o Zulia na Arena Condá pela sexta e última rodada da primeira fase do torneio. Se já não era mais importante para a Libertadores, o vencedor da partida ao menos garantiria uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana. O perdedor ficaria de fora de ambas as competições sul-americanas.


E o roteiro dessa história não podia ter sido mais dramático e memorável aos brasileiros. Apesar de muito pressionar e se deparar com uma retranca eficiente dos venezuelanos, a Chape foi abatida com um gol na única oportunidade que dera ao Zulia. Na etapa final, os visitantes se limitaram a apenas defender seu gol. Depois dos 30 minutos já com um jogador a menos.

E quando tudo parecia perdido, apesar de três bolas na trave, defesas milagrosas de Vega e outras tantas que rasparam o alvo, a Chape não desanimou e foi premiada com dois gols nos acréscimos do confronto. A emoção mais uma vez tomou conta da Arena Condá, que pôde comemorar uma vitória por 2 a 1 diante do apito final do árbitro e também a vaga na Copa Sul-Americana.

Lanús se dá bem
No outro duelo da noite pelo Grupo 7, quem se deu bem foi o Lanús, que de praticamente eliminado foi para um dos melhores classificados. A equipe argentina herdou os três pontos conquistados pela Chape na quinta rodada e, nessa terça, bateu o Nacional, no Uruguai, por 1 a 0.

Com isso, o Lanús avançou às oitavas na ponta da chave, com 13 pontos, ao lado dos uruguaios, que ficaram com 8 pontos. A Chape se despediu com sete pontos, enquanto o Zúlia acabou como lanterna, com apenas cinco pontos conquistados.