Esporte News

Bahia e Vitória empatam no jogo de ida e mantêm final do Baiano

Bahia e Vitória se enfrentaram pela primeira partida da final do Campeonato Baiano, nesta quarta-feira, na Fonte Nova. Em duelo equilibrado, o placar foi de 1 a 1. Tiago abriu o placar para os donos da casa, mas gol contra de Armero deixou tudo igual em Salvador.


Depois de dois confrontos pela Copa do Nordeste, com passagem do Esquadrão de Aço à final do regional, as equipes iniciaram a disputa de mais um mata-mata, desta vez valendo troféu.

A partida de volta da decisão estadual é no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), desta vez no estádio Barradão. O Tricolor vai atrás de seu 47º título, enquanto o Rubro-Negro busca o bicampeonato consecutivo, além do 29º no total.

O jogo – O Bahia começou pressionando. Logo aos 2, Zé Rafael fez fila na defesa rival e bateu sem chances para Fernando Miguel. A bola, porém, acertou a trave. Aos 13, o mesmo atleta dos mandantes esteve perto de aproveitar erro da defesa do Vitória.

Aos 18, o goleiro rubro-negro falhou, mas Edigar Junio não conseguiu aproveitar. Quatro minutos depois, o mesmo atacante tentou, mas acabou mandando para fora. Régis também tentou, mas o gol saiu apenas aos 33.

Régis cobrou falta para a área e o zagueiro Tiago subiu mais do que a defesa dos visitantes. Ele conseguiu a cabeçada e a bola acabou no fundo da rede: 1 a 0 Bahia, em placar que manteve-se até o intervalo.

O início da etapa final foi movimentado, com chances para os dois times. Aos 2, Renê Júnior parou em defesa de Fernando Miguel. Três minutos depois, Paulinho quase empatou, mas sua finalização saiu.

Aos 15, o atacante Gustavo, que entrou na vaga do lesionado Régis, tentou arremate cruzado, mas o chute saiu por pouco. Aos 23, nova resposta do Leão. Patric finalizou e Eduardo tirou em cima da linha. No rebote, Cleiton Xavier carimbou a trave.

O empate do Vitória chegou aos 32 minutos. Patric arriscou, o goleiro Jean salvou o Bahia, mas a bola bateu no lateral colombiano Armero, entrando no gol do time da casa e definindo a igualdade.

Nos minutos finais, os times demonstraram cansaço e preferiram não forçar em busca do gol da vitória. Assim, o jogo seguiu empatado até o fim, mesmo com expulsão do volante Uillian Correia, deixando a definição para o duelo da volta, no domingo, com mando do Leão.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 x 1 VITÓRIA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 03 de maio de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Público: 24.465 pagantes
Renda: R$ 557.644,00
Cartões amarelos: Willian Farias, Geferson, Uillian Correia (Vitória)
Cartão vermelho: Uillian Correia (Vitória)
Gols: BAHIA: Tiago, aos 33 minutos do primeiro tempo;
VITÓRIA: Armero (contra), aos 32 minutos do segundo tempo

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero; Renê Júnior (Diego Rosa) e Edson; Régis (Gustavo), Allione e Zé Rafael (Juninho); Edigar Junio
Técnico: Guto Ferreira

VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias e Uillian Correia; Cleiton Xavier (Pisculichi) (Renê), Euller (Rafaelson) e Paulinho; David
Técnico: Wesley Carvalho

Gazeta Esportiva