Esporte News

Paraná elimina o ASA e pega o Vitória na Copa do Brasil

Depois de empatarem sem gols no tempo regulamentar na Vila Capanema, Paraná Clube e ASA de ASA de Arapiraca decidiram a vaga para a quarta fase da Copa do Brasil 2017 nos pênaltis e, quem seguiu na competição foi o Tricolor, que venceu a disputa por 4 a 1. Na primeira partida, as equipes também empataram em 0 a 0. Agora, o time paranista vai encarar o Vitória.

O Tricolor da Vila encontrou nos primeiros minutos uma forte marcação em sua saída e tinha dificuldades para passar da intermediária. Aos seis minutos, o primeiro chute a gol, de Robson, que bateu cruzado para grande defesa de Cetin, que cedeu escanteio. A resposta veio com Airton, aos 12 minutos, arrematando de longe, pela linha de fundo, mas com perigo, assustando o goleiro paranista.

A briga era boa no setor de meio-campo, com as duas equipes equilibradas e mostrando muita vontade. Aos 19 minutos, Renatinho cobrou falta com força, pela linha de fundo. Era lá e cá. Aos 22 minutos, o ASA assustou com Téssio, chutando com muito veneno e obrigando Léo a fazer ótima intervenção.

As duas equipes criavam, mas sem tirar o zero do placar iam levando a decisão para as penalidades. Aos 35 minutos, Alex Santana arriscou o tiro de fora da área, direto para fora. Bom lançamento para Robson, aos 39 minutos, mas Douglas foi mais rápido e conseguiu o corte, evitando um bom ataque do Tricolor.

Para a etapa final, as equipes retornaram sem modificações e com a mesma pegada dos 45 minutos iniciais. Aos seis minutos, Renatinho corou falta fechada e Kivel apareceu no meio da área alagoana para afastar o perigo. A cada minuto que passava, um gol poderia definir definitivamente a situação dos times na competição, deixando mais truncada a disputa. Aos 21 minutos, Djalma levantou, Téssio pegou de primeiro e Leo operou um milagre.

O Tricolor da Vila teve a grande chance de abrir o placar aos 22 minutos, com penalidade marcada após bola no braço de André Lima Na cobrança, Eduardo Brock mandou para fora. O Paraná não conseguia chegar ao gol. Aos 31 minutos, Renatinho, na cara do gol, chutou torto e perdeu mais uma oportunidade incrível. Com um chute colocado, aos 39 minutos, Felipe Alves quase surpreendeu Cetin, mas errou o alvo.

A partida foi para a decisão nas penalidades. Quem abriu a cobrança foi o time paranista, com Robson, converteu. Pelo ASA, Kivel fez o dele. Diego Tavares colocou o Tricolor na frente. Airton parou nas mãos de Léo. Leandro Vilela fez o terceiro do Paraná. Djalma cobrou para fora. Brock, que errou no tempo regulamentar, garantiu a classificação.

Gazeta