Esporte News

Ba-Vi na Arena decide finalista da Copa Nordeste 2017

Enquanto o torcedor do Vitória gargalha sem parar, os tricolores esperam ansiosamente pela chance de dizer que ri melhor quem ri por último. Na gangorra histórica que é o maior clássico do nosso estado, o Rubro-Negro tem visto o arquirrival do alto já há um bom tempo.


Neste domingo, 30, às 16h, na Arena Fonte Nova, o Bahia tentará findar a sequência dominante do Leão justamente num dos Ba-Vis mais importantes deste século, valendo vaga na decisão da Copa do Nordeste. Para isso, precisará vencer por 1 a 0. Caso o Vitória marque mais de um gol, o triunfo terá de ser por diferença de dois tentos. Um 2 a 1 para o Esquadrão leva a disputa para os pênaltis.

Tudo isso porque na última quinta-feira, no Barradão, o Rubro-Negro levou a melhor no duelo de ida, pelo placar de 2 a 1, e aumentou sua série positiva recente em clássicos. Nos últimos 11 encontros, o time conseguiu sete triunfos, perdeu apenas uma vez e houve três empates (confira a lista completa abaixo).

A saga começou, por ironia, em um dia triste para o Leão. O empate por 2 a 2 na segunda partida da final deu o título da edição de 2014 do Campeonato Baiano ao Bahia. Entretanto, depois disso vieram, por exemplo, três vitórias em quatro duelos válidos pelo Campeonato Brasileiro, e as finais que garantiram ao Rubro-Negro o estadual de 2016. Por sinal, foi nesta competição que ocorreu o único triunfo tricolor nos últimos 11 Ba-Vis. De nada valeu. Após levar 2 a 0 na ida, o 1 a 0 a favor no retorno não tirou a taça do rival.

Ou seja, além da vantagem construída na partida desta quinta, o Vitória ainda chega com o ego inflado pela hegemonia alcançada num período que já ultrapassa três anos.

Apesar disso, o discurso de jogadores e treinador é de total pé no chão. “A vantagem é mínima. Não existe. Precisamos estar concentrados, ligados, atentos. Lá [na Fonte] vai ser difícil. As duas equipes se equilibram”, afirmou o goleiro Fernando Miguel.

“Jogamos o primeiro tempo. Temos ainda o segundo tempo lá na Fonte Nova, sabemos da dificuldade que é. Respeitamos o adversário, em clássico sempre há um equilíbrio muito grande, são duas belas equipes”, corroborou o técnico Argel Fucks.

Reviravoltas passadas

Do seu lado, o Bahia pode se apoiar no desejo de revanche que atinge o torcedor e agora também o atual elenco, derrotado nos dois primeiros Ba-Vis da temporada.

Além disso, busca inspiração em episódios do passado em que se encontrava em situação parecida e conseguiu se superar. Os mais recentes, porém, já não datam deste século.

As últimas viradas alcançadas pelo Tricolor em mata-matas contra o arquirrival ocorreram em três anos consecutivos, sempre em decisões de turno pelo estadual (confira detalhes no quadro ao lado).

No ano 2000, apesar da reviravolta de sucesso, o Vitória se deu melhor na grande final e ficou com o título. Em 1999, houve imbróglio judicial e os dois foram declarados campeões. Só em 1998 que a virada, na decisão do primeiro turno, depois acabou sendo decisiva para a conquista do troféu do Baianão.

Para a decisão de hoje, a diretoria do Bahia buscou criar um clima de incentivo ao torcedor para lotar o estádio e ajudar o time em partida com torcida única. Por isso, foi lançada promoção de ingressos ao preço de R$ 10 para os 4 mil lugares do setor Super Sul.

Além disso, o presidente Marcelo Sant’Ana tentou motivar a turma tricolor também com palavras: “O Bahia vai se classificar porque tem mais time. Juntos, vamos provar que nossa torcida é única e vai fazer a diferença”.

A série positiva atual do vitória

•Vitória 2x1 Bahia

(28/4/2017)

Semifinal do Nordestão

•Bahia 1x2 Vitória

(9/4/2017)

1ª fase do Baianão

•Bahia 1x0 Vitória

(8/5/2016)

Final do Baianão

•Vitória 2x0 Bahia

(1/5/2016)

Final do Baianão

•Bahia 0x2 Vitória

(13/3/2016)

1ª fase do Baianão

•Bahia 1x3 Vitória

(3/10/2015)

2º turno da Série B

•Vitória 4x1 Bahia

(4/7/2015)

1º turno da Série B

•Vitória 1x1 Bahia

(1/3/2015)

1ª fase do Baianão

•Vitória 2x1 Bahia

(21/9/2014)

2º turno da Série A

•Bahia 1x1 Vitória

(11/5/2014)

1º turno da Série A

•Vitória 2x2 Bahia

(13/4/2014)

Final do Baianão

Últimas viradas do bahia em mata-mata

Baianão-2000

Na final do 2º turno, o Vitória venceu o jogo de ida por 2 a 1, no Barradão. Na volta, o Bahia fez 3 a 0 na Fonte e se deu bem. Com um sucesso para cada nos dois turnos, houve a necessidade da finalíssima e o Rubro-Negro acabou como campeão

Baianão-1999

Depois de empatar em casa por 1 a 1, o Bahia precisava vencer no Barradão para faturar o 1º turno. Foi o que fez, com o placar de 1 a 0. Aquela edição do estadual terminou com um imbróglio judicial e anos mais tarde, em 2005, os dois times foram declarados campeões

Baianão-1998

Com o 0 a 0 da ida, na Fonte Nova, o Tricolor foi à Toca do Leão com a necessidade de bater o rival para conquistar o 1º turno. Conseguiu uma goleada por 3 a 0. Depois, o time ganhou também o 2º turno e ficou com a taça.



| Ficha técnica

BAHIA

Jean

Eduardo

Tiago

Jackson

Armero

Renê Júnior

Edson

Régis

Allione

Zé Rafael

Edigar Junio

T: Guto Ferreira

VITÓRIA

Fernando Miguel

Patric

Fred

Kanu

Geferson

Willian Farias

Bruno Ramires

Cleiton Xavier

Euller

David

Kieza

T: Argel Fucks

LOCAL: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), às 16h ÁRBITRO: Luiz César de Oliveira Magalhães ASSISTENTES: Marcione Mardonio Ribeiro e Arnaldo Rodrigues de Souza (trio do Ceará)

Informações ATarde