Esporte News

Morre Carlos Alberto Silva, técnico campeão brasileiro pelo Guarani

O ex-técnico Carlos Alberto Silva, campeão brasileiro pelo Guarani e medalha de prata com a seleção brasileira na Olimpíada de Seul-1988, morreu nesta sexta-feira, aos 77 anos. Carlos Alberto Silva estava em sua casa, em Belo Horizonte, e a causa da morte ainda não foi divulgada. O ex-treinador teria ido dormir normalmente na quinta-feira (19) e não acordou nesta manhã. Ele havia passado por uma cirurgia no coração no fim do ano passado.



Carlos Alberto Silva ganhou notoriedade logo em seu primeiro trabalho, aos 39 anos, quando conduziu o Guarani ao título de campeão brasileiro em 1978. Até hoje, o clube de Campinas é o único do interior a ser campeão nacional.

A conquista levou o treinador ao São Paulo, pelo qual foi campeão estadual duas vezes. Além do São Paulo, também trabalhou no Atlético-MG, onde foi campeão mineiro, Santa Cruz, campeão pernambucano, Sport, Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Goiás, América-MG e Santos. No exterior, Carlos Alberto foi bicampeão português com o Porto, em 1992 e 1993, e também conquistou o campeonato japonês com o Yomiuri Kawasaki, em 1991. 

Também comandou a seleção brasileira em 1987 e 1988. Pelo Brasil, foi campeão dos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis-1987 e conquistou a medalha de prata na Olimpíada de Seul-1988, quando acabou derrotado pela União Soviética por 2x1 na prorrogação.

O Guarani utilizou o site e as redes sociais do clube para homenagear Carlos Alberto. “Obrigado por tudo, mestre” e #campeoesnuncamorrem foram algumas das palavras usadas para enaltecer um dos ídolos do clube. Além da campanha vitoriosa de 1978, ele trabalhou no Guarani outras cinco vezes.

O velório será realizado nesta sexta-feira (20), em Belo Horizonte, e o enterro está previso para as 11h de sábado (horário local), também na capital mineira.