Esporte News

Premiação da Copa do Brasil pode chegar a R$ 68,7 milhões a partir de 2018

A crise financeira que afeta o Brasil passou longe da CBF. Nesta segunda-feira (19), o órgão anunciou que as premiações para o vencedor da Copa do Brasil de 2018 serão mais "gordinhas" e podem chegar até a R$ 50 milhões para o campeão, enquanto o vice irá faturar R$ 8 milhões. A participação nas semifinais do torneio renderá aos cofres dos clubes um valor de R$4 milhões. Somando todas as cotas pagas por cada fase da competição, o vencedor pode somar até R$ 68,7 milhões. 

Diretor executivo de gestão da CBF, Rogério Caboclo, falou sobre o novo acordo. "É um acordo histórico que valoriza muito a competição, em especial a participação dos clubes, que receberão cotas e premiações recordes em termos de América do Sul. O valor contratado alcança a expressiva marca de R$ 2,5 milhões, em média, por partida realizada. O montante que será pago ao campeão, por exemplo, pode equivaler a mais de um terço da receita anual de 14 dos 20 clubes da Série A do Brasileirão. Com certeza teremos uma competição renovada e eletrizante", disse.

O novo contrato para a competição, que tem validade de cinco anos e terá duração até 2022, inclui novos direitos exclusivos para transmissões na TV Globo, SporTV e GloboEsporte.com. O valor anual do novo contrato ultrapassa os R$ 300 milhões e é quase o triplo em relação a 2016.

Correio24