Esporte News

Conmebol confirma título da Copa Sul-Americana para a Chapecoense

A Conmebol confirmou nesta segunda-feira a entrega do título de campeão da Copa Sul-Americana de 2016 à Chapecoense. O time catarinense foi impedido de jogar a final do torneio após o avião em que a sua delegação viajava ter sofrido um acidente na Colômbia, vitimando 71 pessoas – entre elas 19 jogadores e toda a comissão técnica.



A decisão de dar o título à Chapecoense foi aprovada pelo Conselho da Conmebol com base em um pedido feito pelo Atlético Nacional. Os colombianos seriam os rivais dos catarinenses na final da Sul-Americana. Por conta da postura, o clube de Medellín receberá o prêmio “Centenário da Conmebol ao Fair Play”.

“No dia 30 de novembro, a Confederação Sul-Americana de Futebol recebeu uma carta do Clube Atlético Nacional, dirigida ao senhor Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, pedindo para a entidade ‘entregar o título da Copa Sul-Americana à Associação Chapecoense de futebol como um prêmio de honra à grande perda e como uma homenagem póstuma às vítimas do fatal acidente que enluta nosso esporte'”, diz uma nota publicada pela entidade.

A entrega do título garante a Chapecoense na fase de grupos da Copa Libertadores de 2017. A equipe receberá 2 milhões de dólares (R$ 6,86 milhões) por conta da conquista.

A Chapecoense também está com a sua presença assegurada na Recopa Sul-Americana, o que renderá mais 1 milhão de dólares (R$ 3,43 milhões) aos seus cofres. No torneio, a equipe terá pela frente justamente o Atlético Nacional, campeão da Libertadores 2016.

Outra competição que terá a presença da Chapecoense em 2017 será a Copa Suruga, que reúne os campeões da Sul-Americana e do Campeonato Japonês. O adversário será o Kashima Antlers.

O Atlético Nacional, que prestou diversas homenagens às vítimas do acidente aéreo, terá direito às premiações cabíveis ao vice-campeão da Copa Sul-Americana. O time colombiano ainda ganhará uma bonificação de 1 milhão de dólares por conta do prêmio de Fair Play.

“Para a Conmebol, não há maior mostra do ‘espírito de paz, compreensão e jogo limpo’, que é o objetivo da nossa instituição, do que a solidariedade, consideração e respeito exibidos pelo Clube Atlético Nacional a seus irmãos da Chapecoense”, disse a Conmebol.

Segundo a entidade, o prêmio ao Atlético Nacional tem o objetivo de fazer “prevalecer sempre a busca dos valores desportivos sobre os interesses comerciais”.

Gazeta