Esporte News

Vitória encara o Figueirense para se manter fora do Z-4

Neste domingo, 20, às 16h, no Barradão, pela 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro, o Vitória tem uma missão chave na luta contra o rebaixamento: vencer o Figueirense para não só rebaixar matematicamente o time catarinense como também para complicar a situação dos gaúchos do Internacional.

O triunfo servirá de alívio aos rubro-negros. Para o técnico Argel Fucks, funcionará também como vingança. Afinal, seu nome é fortemente vinculado aos dois principais adversários do Leão no momento.

Em julho de 2014, Argel assumiu o Figueirense na lanterna do Brasileirão. Em campanha de recuperação, fechou o campeonato em 13º. No primeiro semestre de 2015, foi campeão catarinense. Em agosto, foi contratado pelo Internacional. Após quatro meses, fez o time, de 16º, fechar o campeonato em 5º.

Neste ano, sagrou-se campeão gaúcho. Mas, foi ali que sua história nos dois clubes começou a desandar. Argel saiu demitido na 14ª rodada do Brasileiro, quando o Inter era o 9º colocado. Na sequência, regressou ao Figueirense, mas deixou o clube após um mês devido a desavenças com dirigentes.

Agora, dirigindo o Vitória, mandar suas ex-equipes para a Série B serviria como prova de que ele estava longe de ser o culpado pela má fase das duas. Para isso, pede um Barradão lotado para apoiar seu time nesta tarde. “Queremos é que o torcedor nos abrace. Já colocamos 30 mil pessoas no Barradão neste ano, então o torcedor precisa vir novamente, abraçar esse time. Estamos fazendo esse convite. A briga contra o rebaixamento está em aberto e dependemos só das nossas forças. Teremos uma decisão”, disse.

Cenário

O Vitória é o 16º colocado, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Inter é o 17º com os mesmos 39 pontos, 10 vitórias e saldo negativo de seis gols. Perde só no critério dos gols marcados: 45 contra 33. Além disso, seu cenário é complicado. Enquanto o Leão recebe o quase moribundo Figueirense, o Colorado vai a São Paulo encarar o Corinthians, que luta por vaga no G-6, grupo dos times que disputarão a Libertadores do ano que vem.

O Figueira, por sua vez, está em 18º lugar com 34 pontos. Caso perca hoje, será matematicamente rebaixado pois, na melhor das hipóteses, terminará a competição em 17º.

Argel Fucks ainda tem um 'dívida' a pagar ao Vitória hoje. No jogo do primeiro turno, em Florianópolis, pela 17ª rodada, ele era o técnico do Figueira no triunfo por 1 a 0 sobre o Leão. Hoje, chegou a hora de compensar o resultado.

“Conheço bem o Figueirense. Não será um jogo fácil como acham. Será duro. O Figueirense ainda teve um dia a mais de descanso [jogo na quarta-feira, quando empatou com o Corinthians; Já o vitória jogou na quinta, quando perdeu do Santos). Estamos pensando 24 horas no futebol do Vitória. Acredito que vamos cumprir nossos objetivos. Se fosse fácil, eu não estaria aqui. Eu gosto de coisas difíceis”, declarou o treinador.

Leão mais ofensivo?

Para encarar o Figueirense, Argel deve retomar o esquema com três atacantes. Dessa forma, Euller retorna à lateral esquerda. Zé Love, antigo titular, disputa posição com David, que tem entrado bem nos últimos jogos. Outra mudança é a volta do goleiro Fernando Miguel, que cumpriu suspensão contra o Santos.

Vitória x Figueirense - 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA); 

Quando: Domingo, 20, às 16h

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira;

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (trio de São Paulo).

Vitória: Fernando Miguel, Diego Renan, Victor Ramos, Kanu e Euller; Wilian Farias, Marcelo (José Welison) e Cárdenas; Marinho, Kieza e Zé Love.  Técnico: Argel Fucks.

Figueirense: Gatito Fernández, Ayrton, Bruno Alves, Werley e Pará (Marquinhos Pedroso); Josa, Jackson Caucaia, Ferrugem e Bady (Elvis); Lins (Rafael Silva) e Rafael Moura. Técnico: Marquinhos Santos.

Atarde