Esporte News

Avaí vence o Londrina e confirma seu acesso à Série A

Depois do Atlético-GO garantir sua presença na Série A do ano que vem ao vencer o Londrina no estádio do Café, no Paraná, neste sábado foi a vez do Avaí repetir a dose. A equipe catarinense venceu 1 a 0 nesta 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e também confirmou sua vaga na elite do futebol nacional. Diego Jardel marcou o gol histórico que deixou os havaianos com 65 pontos, na vice-liderança da competição. Por outro lado, o resultado também representou o fim do sonho do Tubarão, que precisava da vitória em seu território para chegar à última rodada com alguma chance matemática. Mas, a derrota deixou o time da casa estacionado nos 57 pontos, na sexta colocação, a cinco pontos do G4.

O confronto direto na tarde ensolarada deste sábado foi marcado por duas ideias bastante distintas de se chegar ao objetivo. O Londrina, comandado pelo técnico Cláudio Tencati, seguiu à risca oq eu manda a cartilha e partiu para cima do adversário com o apoio de pouco mais de 10 mil torcedores. Enquanto isso, o Avaí preferiu se segurar atrás e apostar no contra-ataque.

Desta forma, o goleiro Renan talvez tenha sido o mais exigido nos primeiros 45 minutos. O Londrina rondava a área do Avaí o tempo todo e por pouco não chegou ao su gol com Zé Rafael, Matheus e Itamar. Os visitantes sequer conseguiam se aproximar da meta defendida por Marcelo Rangel. Mesmo assim, nada de gols até o intervalo.

O problema do Londrina é que a equipe não voltou tão ligada para a etapa final e um único vacilo acabou sendo fatal. Germano dormiu no ponto e Capa resolveu partir para a jogada individual. Já na entrada da área o volante serviu Diego Jardel, que não perdoou e estufou as redes. Era o gol da consagração do Avaí.

Dai em diante, o jogo se assemelhou em um treino de ataque contra defesa. O Londrina tentou de todas as formas buscar o empate para tentar ainda uma virada, mas o bloqueio montado por Claudinei Oliveira foi mais eficiente. Os últimos instantes de jogo foram de bolas levantadas à área em uma clara demonstração de desempero do Tubarão. Não teve jeito. Com o apito final, frustração em mais um bom ano do Londrina, mas sem acesso, e festa do lado do Avaí, que mesmo com poucos torcedores no Estádio do Café, comemoram muito a vaga de volta à Série A.

Na última rodada, ambos praticamente apenas cumprem tabela. O Londrina visita o Bragantino no estádio Nabi Abi Chedid, no interior de São Paulo, enquanto o Avaí receberá todo o carinho de seu torcedor na Ressacada, em Florianópolis, diante do Brasil de Pelotas. As duas partidas estão marcadas para às 17h30 (horário de Brasília) do próximo sábado.

Pós-jogo em campo
“Deus é bom a todo momento. Tudo que eu ja passei nesse clube, saí em 2014 com o clube na primeira divisão e voltei. Falei que eu ia colocar o clube na Série A. Deus me honrou e hoje é o dia mais feliz da minha vida. Já passei por muita reviravolta nesse cube e quero agradecer todo mundo, diretoria, torcedores porque o Avaí não merece ficar na segunda divisão. Começamos o ano muito criticados”, desabafou o autor do gol, após o apito final.

“Estamos triste pelo jogo e por saber que poderia ter ido até o último jogo lutando pela Série A. Mas a gente sai orgulhoso com a campanha e com o Londrina que vem de dois acessos seguidos e ano que vem tem mais”, comentou Batata, pelo lado do Avaí, ao Premiere.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA 0 X 1 AVAÍ

Local:Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: 19 de novembro de 2016 (Sábado)
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Cartões amarelos: LONDRINA:Itamar, França.AVAÍ: João Filipe, Diego Jardel.br>
Público: 11.403 total.
Renda: R$ 144.440,00.

GOL:
AVAÍ: Diego Jardel, aos 4 minutos do 2T

LONDRINA: Marcelo Rangel, Lucas Ramon, Marcondes, Matheus, Léo, França (Rondinelly), Germano, Rafael Gava, Zé Rafael (Netinho), Safira e Itamar (Bruno Batata).
Técnico: Cláudio Tencati

AVAÍ: Renan, Alemão, Fabio Sanches, Betão, Luan, Capa, Renato, João Filipe (judson), Diego Jardel, Marquinhos (Vitor) e Rômulo (João Paulo).
Técnico: Claudinei Oliveira

Gazeta