Esporte News

Vagner Mancini não é mais o técnico do Vitória

Chegou ao fim, na noite deste sábado, a terceira passagem de Vagner Mancini pelo Vitória. Após a derrota para o Flamengo, no Barradão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico teve a demissão anunciada pelo diretor de futebol rubro-negro, Anderson Barros. A má fase do time, que ocupa a 18ª colocação da Série A, e as atuações instáveis foram fundamentais para a saída do treinador, que tinha contrato até o fim desta temporada.

Vagner Mancini não é mais o técnico do Vitória


- Pedi à nossa assessoria para falar com vocês, em razão da decisão que foi tomada agora pela diretoria do Vitória. O profissional Vagner Mancini, que está conosco desde o ano passado, que tem todo meu respeito e consideração pelo que realizou no Vitória, não é mais o técnico do clube. A diretoria vai comunicar os próximos passos em razão das reuniões que temos programadas para definir o futebol do Vitória - explicou o diretor de futebol, Anderson Barros, após a partida deste sábado.

Mancini deixa o comando do Rubro-Negro após 76 partidas: foram 33 triunfos, 19 empates e 24 derrotas. No total, foram 113 gols marcados e 86 sofridos. O aproveitamento é de 51,75%. Até que um novo treinador seja anunciado, Wesley Carvalho assume o papel de interino e comanda a equipe baiana na disputa do Brasileirão.

- Desde que assumimos, o Wesley Carvalho, como foi o Amadeu, é o responsável pela parte técnica do departamento de futebol. Na ausência de um treinador, ele assume. Estamos comunicando que o Vagner Mancini não é mais o treinador do Vitória. As decisões futuras serão tomadas nos próximos dias, com discussão com a direção do Vitória - afirmou Barros.

Vagner Mancini foi contratado pelo Vitória em junho do ano passado com a missão de encerrar a instabilidade do time e garantir o acesso para a Série A. No fim da temporada, o Rubro-Negro assegurou a vaga para a elite do futebol nacional, e o técnico teve o vínculo renovado. Em 2016, sob o comando de Mancini, o clube conquistou o título baiano, foi eliminado da Copa do Brasil pelo Cruzeiro na terceira fase e também da Sul-Americana na primeira fase, pelo Coritiba. No Brasileiro, os problemas defensivos atormentaram o time. O Vitória é uma das equipes mais vazadas da competição, com 37 gols sofridos.

GE