Esporte News

Carrasco do São Paulo marca e Nacional avança na Sul-Americana

Campeão da Copa Libertadores 2016, o Atlético Nacional segue forte em sua caminhada rumo ao inédito título da Copa Sul-Americana. Na noite desta terça-feira, a equipe colombiana venceu o Bolívar por 1 a 0, no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, em duelo válido pela segunda fase da competição.

Precisando de apenas um empate sem gols para se classificar – ficou no 1 a 1 na partida de ida, em La Paz -, o Atlético Nacional encontrou dificuldades para superar a retranca do time boliviano no primeiro tempo. Na etapa decisiva, no entanto, impôs seu ritmo e marcou o gol da vitória aos 16 minutos.

O tento que garantiu a classificação ao time colombiano foi anotado pelo atacante Miguel Borja, carrasco do São Paulo nas semifinais da Libertadores. Na ocasião, o jogador de 23 anos fez os quatro gols do Atlético Nacional nas vitórias por 2 a 0, no Morumbi e, por 2 a 1, em Medellín.

Com o resultado, a equipe da Colômbia, que eliminou o frágil peruano Deportivo Municipal na primeira fase, se classificou para enfrentar o vencedor do confronto entre Sol de América, do Paraguai, e Sport Huancayo, do Peru. As agremiações decidirão a vaga nesta quinta-feira, sendo que os paraguaios levam vantagem por terem vencido o duelo de ida por 1 a 0.

San Lorenzo goleia e segue na disputa

No outro jogo da noite, um clássico argentino. O San Lorenzo, vencedor da edição de 2002, recebeu o rival Banfield, no Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, precisando reverter uma desvantagem de 2 a 0. O time da casa, então, fez valer o apoio de sua torcida para resolver a questão já no primeiro tempo, triunfando por 4 a 1.

Em 11 minutos de partida, o San Lorenzo já vencia por 3 a 0, com gols do zagueiro Matías Caruzzo e dois do atacante Nicolas Blandi. Aos 25, o lateral esquerdo Alexis Soto recolocou a vaga nas mãos do Banfield. Mas a classificação do time alviverde durou pouco, já que Martin Cauteruccio anotou um golaço de voleio para os mandantes.

O San Lorenzo, entretanto, por pouco não viu sua reação ir por água abaixo aos 43 minutos do segundo tempo. Isso porque o centroavante uruguaio Santiago Silva, ex-Boca Juniors, desperdiçou cobrança de pênalti, defendido pelo goleiro Torrico.

Com o resultado, o San Lorenzo se credenciou para enfrentar o Deportivo La Guaira ou o equatoriano Emelec nas oitavas de final. No primeiro encontro entre as equipes, os venezuelanos venceram por 4 a 2. O duelo de volta está marcado para esta quarta-feira, às 18 horas (de Brasília), em Quito.

Jogo adiado

A partida que complementaria a rodada desta terça-feira, entre Montevideo Wanderers e Zamora, foi adiada por causa do forte vento na capital uruguaia. Dessa forma, o duelo foi remarcado para esta quarta-feira, às 16 horas. A representação de Montevideu joga pelo empate, uma vez que vencera o primeiro encontro, na Venezuela, por 1 a 0.

Gazeta