Esporte News

Seleção empata na estreia das Olimpíadas e sai de campo vaiada

Foi 0 a 0. E o Brasil com um jogador a mais durante quase todo o segundo tempo. O público que lotava o Estádio Mané Garricha, em Brasília esperava muito mais de Neymar e os dois Gabrieis. Fizeram pouco ou quase nada.

Seleção empata na estreia das Olimpíadas


Com os 3 atacantes muito separados dos 3 homens de meio de campo, o Brasil cedia à África do Sul um continente de espaço, bem aproveitado pela Seleção sulafricana.

Uma das 3 favoritas ao ouro olímpico (ao lado de Argentina e Alemanha), a Seleção Brasileira mostrou em Brasília que precisa evoluir muito, em sua parte tática, para chegar à final e vencer.
O técnico Rogério Micale reclamou dos jogadores, no vestiário, pediu a aproximação entre o meio do campo e o ataque, mas a Seleção voltou do intervalo jogando ainda pior.

No final do jogo, os jogadores, em entrevista, falavam como se tivessem visto um jogo completamente diferente. Acharam ter criado muito e que o empate sem gols aconteceu por pura falta de sorte. Na verdade, faltou futebol.

"Nosso time jogou muito bem, criamos chances, mas a bola às vezes não entra", lamentou Gabigol. "Eles conseguiram marcar forte, mas fizemos uma boa partida. Infelizmente, a bola não entrou", disse Rodrigo Caio. "Só faltou o gol. Tivemos boas oportunidades, boa criação ", enxergou o goleiro Weverton.

As outras duas seleções do mesmo grupo do Brasil - Iraque e Dinamarca - também empataram por 0 a 0.

TBahia