Esporte News

Juazeirense bem na fita!

A Juazeirense foi até Santarém, no Pará, para enfrentar o São Raimundo e voltar com a vaga nas oitavas de final da Série D. Um empate no Colosso do Tapajós bastava, mas o Cancão foi além. Com autoridade, voltou a vencer os paraenses, dessa vez por 3×1 e está nas oitavas da competição nacional. No domingo passado, no Adauto, a Juazeirense já havia vencido por 2×1. Na próxima fase, o Cancão irá encarar o Moto Club-MA. O inédito acesso à Série C ficou mais próximo.

Juazeirense bem na fita!


O técnico Barbosinha não fez mistério e mandou a campo a mesma equipe que jogou a partida de ida em Juazeiro. Como tinha a necessidade de buscar o resultado, o São Raimundo começou a partida tentando pressionar. Bem postada em campo, a Juazeirense não dava brechas e buscava uma oportunidade para encaixar um contra-ataque.

O jogo seguia disputado de forma leal, até Jackinha perder a cabeça. O lateral-esquerdo agrediu o meia Everlan e foi expulso. Com um a mais em campo, o Cancão passou a comandar as ações ofensivas da partida. Marquinhos, Sassá e Capone tiveram boas chances de abrir o placar, que permaneceu inalterado na primeira etapa.

Não demorou muito para o Cancão abrir o placar no segundo tempo. Logo aos três minutos, Marquinhos cobrou escanteio na cabeça do zagueiro Lopes, que mandou para o fundo das redes. Com a vantagem, a Juazeirense foi pra cima para ampliar e o artilheiro Diego Ceará começou a entrar em cena. O atacante recebeu bola dentro da área e teve tranquilidade para deslocar o goleiro Evandro: 2×0.

O São Raimundo ensaiou uma reação ao diminuir o placar. Caíque fez pênalti em Jayme. Na cobrança de Toni Love, não deu para o paredão Tigre. Só que Diego Ceará marcou mais um para matar o jogo e fechar o placar: 3×1 e vaga nas oitavas assegurada. Missão cumprida!

FICHA TÉCNICA

São Raimundo: Evandro; Marcos Vinicius, Wanderlan, Marcone e Jackinha; Dedego, Dudu, Wendel (Jayme) e Tiago (Luan); Bilau e Toni Love (Jair). Técnico: Everton Goiano.

Juazeirense: Tigre; Nem (Patrik), Lopes, Jefferson e Marquinhos (Caíque); Capone, Diego Teles, Everlan e Toni Galego; Diego Ceará e Sassá. Técnico: Quintino Barbosa.

Estádio: Colosso do Tapajós, em Santarém-PA.

Arbitragem: Rodrigo Raposo (DF), auxiliado por Roberto dos Santos (AP) e Inácio da Camara (AP).

Gols: Lopes, aos três, Diego Ceará, aos 27 e aos 42 minutos do 2º tempo. Toni Love, aos 35 minutos do 2º tempo.

Cartão amarelo: Dedego, Tiago, Evandro e Bilau; Capone, Everlan, Toni Galego, Patrik e Tigre.

Cartão vermelho: Jackinha.

Público: 4.269 presentes.

Renda: R$60.458,00

Agencia CH