Esporte News

Bahia tenta acelerar contratação de Thiago Ribeiro

O último dia de inscrição de jogadores no Campeonato Baiano promete ser agitado. O Bahia corre para reforçar a equipe na luta pelo tricampeonato estadual. Na manhã desta quarta-feira, o Tricolor teve uma boa notícia da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O nome de Henrique, atacante anunciado na terça, foi publicado no Boletim Informativo Diário (BID), e o atleta está regularizado para o estadual - além da Copa do Nordeste.

Bahia tenta acelerar contratação de Thiago Ribeiro


Agora a luta no Fazendão é para agilizar o outro reforço. Após mais de um mês de conversas, a negociação com o Santos e o Atlético-MG para contratar Thiago Ribeiro está perto de um fim. A diretoria do Galo, inclusive, já teria enviado a documentação da rescisão para o Santos. A diretoria do Bahia acredita que consiga inscrever o atleta no Campeonato Baiano.

Thiago Ribeiro chegou ao Atlético-MG em abril do ano passado, disputou 43 jogos e marcou 10 gols. Apesar de várias oportunidades, ele não conseguiu se firmar na equipe titular do Galo. O jogador foi inscrito para fase de grupos da Libertadores 2016, mas não atuou na competição. No domingo passado, ele deixou o campo sob vaias da torcida, no segundo tempo da partida contra o América-MG, que terminou em empate por 1 a 1, pelo Campeonato Mineiro. 

Os direitos de Ribeiro pertencem ao Santos, clube que tem vínculo com o atleta até dezembro de 2017. O Peixe desembolsou cerca de três milhões de euros, em 2013, para contratar Ribeiro.  

Thiago Ribeiro iniciou a carreira no Rio Branco, de São Paulo, em 2001. O atacante se destacou e foi negociado com o Bordeaux, da França, em 2004. Teve uma curta passagem na Europa e voltou ao Brasil, no ano seguinte, negociado com o São Paulo. No primeiro semestre de 2006, Thiago foi artilheiro do Campeonato Paulista. Depois sofreu uma lesão e perdeu espaço no time. Pelo São Paulo, o atacante estava no elenco que conquistou o Mundial de Clubes, de 2005, e o Brasileirão, de 2006. Em 2007, se transferiu para o Al-Rayyan, do Catar, onde ficou por duas temporadas. Em 2009, retornou ao futebol brasileiro para defender o Cruzeiro.

Na Toca da Raposa, Ribeiro foi peça importante na campanha que levou o time ao vice-campeonato da Libertadores, de 2009, e na conquista do Mineiro do mesmo ano. Voltou a ser campeão estadual pelo time celeste em 2011, depois foi emprestado para o Cagliari, da Itália, que adquiriu os direitos do jogador, por 4 milhões de euros, pouco mais de R$ 10 milhões, na época. Ficou no clube italiano até 2013, quando se transferiu para o Santos.

Fonte:GE