Esporte News

Juazeirense vence Vitória da Conquista fora de casa

Eficiente no contra-ataque, a Juazeirense foi até Ilhéus e venceu o Vitória da Conquista por 2×0 no estádio Mário Pessoa. Uma vitória que confirma o bom momento do Cancão de Fogo na temporada. A equipe venceu a segunda consecutiva no campeonato Baiano, não perde há três jogos, soma sete pontos no Grupo A e está na quarta colocação geral do Estadual.

Juazeirense vence Vitória da Conquista fora de casa

A equipe treinada por Janílson Silva soube segurar a pressão dos mandantes no início da partida. O Vitória da Conquista chegou bem ao ataque principalmente em jogadas criadas pelo atacante Cléber. Thiaguinho e Rafael da Granja colocaram o goleiro Tigre para trabalhar em duas oportunidades.

Apostando nos contra-ataques, o Cancão teve duas boas oportunidades de abrir o placar na primeira etapa. O meia Wanderson arriscou da entrada da área e exigiu boa defesa do goleiro Carlos. Depois, o lateral-direito Alex Travassos foi no fundo e cruzou. Nino Guerreiro bateu de primeira e a bola passou perto da meta defendida por Carlos.

Na segunda etapa, o panorama do jogo não mudou. O Conquista tentava pressionar, enquanto a Juazeirense marcava bem e aguardava uma chance de matar o jogo. O volante Naldo roubou uma bola, avançou e mandou uma pancada para fora. E aos 22 minutos do segundo tempo, o Cancão começou a definir a partida através do artilheiro Nino Guerreiro. O atacante recebeu um belo cruzamento de Alex Travassos e, na pequena área, bateu de primeira e estufou as redes do goleiro Carlos.

O Conquista continuou pressionando. De forma inteligente, a Juazeirense matou o jogo aos 40 minutos. O volante Capone avançou sem marcação e mandou uma pancada de fora da área para fazer 2×0 e garantir a segunda vitória do Cancão de Fogo no campeonato Baiano. Agora, a Juazeirense volta a focar na Copa do Nordeste. A equipe recebe o Santa Cruz, quarta-feira, às 21h45 no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim.

FICHA TÉCNICA

Vitória da Conquista – Carlos; Arthur, Leandro Cardoso, Sílvio e Tiaguinho (Célio Codó); Edmar, Maicon, Diego Aragão e Rafael Granja (Carlinhos); Tatu e Cléber (Todinho). Técnico: Evandro Guimarães.

Juazeirense – Tigre; Alex Travassos, Emerson, Rodrigo e Deca; Capone, Naldo, Diego Teles e Wanderson (Everlan); Nino Guerreiro (Nem) e Ebinho (Jean). Técnico: Janílson Silva.
Gols: Nino Guerreiro, aos 23 e Capone aos 40 minutos do 2º tempo.

Arbitragem: Emerson de Almeida, auxiliado por Adailton José da Silva e Marcos Welb Rocha.
Cartão amarelo: Rafael Granja (Vitória da Conquista); Rodrigo, Tigre, Capone e Nino (Juazeirense).

Fonte: Site Oficial