Esporte News

Bahia fica no empate com o Sampaio Corrêa

Bahia fica no empate com o Sampaio Corrêa
Na intensa luta por uma vaga no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B 2015, Bahia e Sampaio Corrêa terminaram em um indigesto empate em 1 a 1, o que pode complicar a vida das duas equipe no certame nacional. Pecando em diversos setores defensivos, os comandados de Sérgio Soares saíram na frente com Kieza, mas acabaram sofrendo a igualdade em um um gol “chorado” de Jheimy.

O Bahia iniciou o confronto em busca do resultado e já levava perigo ao gol de Rodrigo. Logo aos 3 minutos, Roger faz boa tabela com Kieza que cruza para o atacante dentro da área. Entretanto, na hora da conclusão, o tricolor baiano acaba se desequilibrando no momento do chute. Já aos 5 foi a vez do Sampaio levar perigo com Jheimy, que mesmo recebendo sem marcação foi parado pela defesa na conclusão.

Com grandes problemas em sua marcação, os anfitriões quase viram o adversário abrir o marcador em duas ocasiões. Na primeira, Luiz Otávio é pego em posição irregular. Mas, um minuto depois, Nadson se aproveita de bate rebate para chutar com tranquilidade e ver a zaga soteropolitana afastar na linha do gol.

Apesar do sufoco em sua defesa, o Bahia conseguia trocar passes no meio campo e partir com velocidade para o campo do rival. Com isso, o time maranhense passou a pressionar na saída de bola do Esquadrão de Aço e reduzia o ritmo da partida, fazendo com que o elenco de Sérgio Soares errasse muitos passes em suas novas investidas.

No decorrer da primeira etapa, os donos da casa não conseguiam ultrapassar a marcação do Sampaio, que sempre funcionava com dois homens para anular os passes e lançamentos do Bahia. Aos 23, os torcedores presentes na Arena Fonte Nova tomaram um susto quando Edgar subiu sozinho e cabeceou por cima do gol de Douglas Costa. Logo depois, um erro de saída de bola do Sampaio acabou se aproveitando de outra falha bizarra da defesa baiana, que furou a recepção e deixou Edgar livre para encobrir o goleiro e ver a bola passando pela linha de fundo.

Tentando se aproveitar das investidas da Bolívia Querida, o Bahia criou bom lance de ataque que termina em cabeçada de Rômulo e defesa de Rodrigo. Mais ligados nas falhas do seu adversário, a equipe de Leo Condé teve outra boa oportunidade de abrir o marcador aos 29, quando Jheimy passou para Salino cruzar na cabeça de Edgar. Entretanto, Douglas Pires fez bela defesa para o Tricolor de Aço.

Aos 32, Cicinho faz boa jogada pela lateral e dribla Simões uma primeira vez para depois deixar o rival colocar a mão na bola dentro da pequena área. Na cobrança, Kieza não perdoou e fez a alegria da torcida da casa.

Com a vantagem no marcador, o Bahia viu o Sampaio Corrêa sair de sua defesa para tentar o empate. Sendo assim, os tricolores da Boa Terra esperavam o momento do contra-ataque para ampliar a vantagem na Arena.  Mesmo assim, o Tubarão conseguia levar perigo ao gol de Douglas Costa em vários momentos e teve com Nadson, aos 38, um chute de primeira que foi defendido pelo arqueiro adversário.

No segundo tempo, o Sampaio Corrêa voltou determinado a reverter a vantagem tricolor. Tocando bola em seu setor ofensivo, os maranhenses tiveram uma chance clara logo no 1º minuto, quando Nadson ficou em frente ao gol de Douglas Pires e hesitou na finalização.

Com maior sede do gol que o seu rival, não demorou para que o clube visitante igualasse a partida. Aos 5, um bate rebate confuso na área fez a bola pingar de jogador em jogador até Jheimy, meio torto, colocar no fundo das redes.

O empate fez com que o Bahia acordasse em campo e partisse para resolver o jogo. Aos 8, uma boa investida na lateral esquerda terminou em um chute bizarro de Roger, que mesmo em frente a meta colocou a bola na diagonal de Rodrigo. Porém, aos 9, um rápido contra-ataque maranhense quase terminou no segundo gol dos visitantes, com Gustavo fazendo um belo desarme de Jheimy.

Com o resultado em 1 a 1, a equipe de Léo Condé voltava a fechar o meio-campo e obrigava o Bahia a tocar a bola para vencer a marcação. Sendo assim, os soteropolitanos passaram a valorizar os lançamentos de longa distância e os momentos de bola parada.

Ao longo do tempo final, os times diminuíram o ritmo e tornaram o jogo morno, com poucos lances efetivos para os dois lados. Aos 33, Douglas Pires proporcionou mais um susto para os torcedores na Arena, com a bola saindo errado e sobrando para os atletas do Sampaio, que foram interceptados pela defesa.

Aos 39, o Bahia teve outra boa chance para reverter o resultado. Após cruzamento na área, Roger cabeceou para o meio da área e viu os defensores da Bolívia Querida tirarem a bola no momento certo. Já aos 44, foi a vez de Edgar desperdiçar mais uma chance para o Sampaio Corrêa

Com o resultado, o Bahia segue no G-4 da Série B na quarta colocação, enquanto o Sampaio Corrêa vem logo a seguir na sexta posição. Na próxima rodada o Esquadrão de Aço vai até o Mato-Grosso, onde enfrenta o Luverdense, e os maranhenses retornam para o Castelão, onde recebem o Santa Cruz.

FICHA TÉCNICA:
Série B - 27ª rodada
Bahia x Sampaio Corrêa
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 19/09/2015
Horário: 16h30
Gol: Kieza, Jheimy
Cartão Amarelo:Gustavo, Willian Simões, Diones, Robson
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Auxiliares: Neuza Inês Back e Éder Alexadre (SC)

Bahia: Douglas Pires; Cicinho (Railan), Robson, Gustavo e Vítor; Yuri, Gustavo Blanco, Rômulo (Souza) e Eduardo; Kieza (Zé Roberto) e Roger. Técnico: Sérgio Soares.

Sampaio Corrêa: Rodrigo; Daniel Damião, Luiz Otávio (Edimar), Plínio e Willian Simões (Raí); Léo Salino, Diones, Válber, Nádson e Edgar; Jheimy. Técnico: Léo Condé.

Bahia Notícias