Esporte News

Mogi Mirim e Bahia ficam no empate

Mogi Mirim e Bahia ficam no empate
O empate entre Mogi Mirim e Bahia, em 1 a 1, neste sábado, foi ruim para as duas equipes, que demoraram a perceber que tinham tudo para somar três pontos e ganhar posições importantes na tabela de classificação no encerramento da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Se dependesse do futebol apresentado pelas duas equipes na primeira etapa, com muitos chutões, passes errados e poucas jogadas trabalhadas no ataque, o resultado teria sido 0 a 0. Maxi Biancucchi e Matheus Ortigoza foram os protagonistas dos dois únicos lances de perigo do primeiro tempo, que exigiram boas defesas de Daniel e Douglas Pires, respectivamente - e mostraram que as finalizações também poderia ser melhor executadas.

Na segunda etapa, passados dez minutos, os dois times resolveram colocar a bola no chão e usar mais as jogadas laterais. A história foi outra. O Mogi Mirim, desesperado pela situação delicada na zona de rebaixamento, viu Ortigoza, de joelho, mandar por cima do travessão, já sem goleiro, aquela que foi considerada a chance mais clara da partida. Mas logo em seguida, o camisa 10 pode se redimir e abrir o placar de cabeça, aos 14 minutos.

O camisa 10 do Mogi ainda cabeceou uma bola no travessão antes de assistir ao gol de empate do atacante Kieza, que finalizou a jogada criada por Zé Roberto pela direita, depois de passar por dois e cruzar rasteiro, na medida, fora do alcance do goleiro Daniel.

A partida tinha ficado boa, mas já era tarde para sair mais gols. O árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro deu três minutos de acréscimo e teve de encerrar o jogo com o placar de 1 a 1, mantendo o Bahia fora do G-4, com 35 pontos e na sétima colocação, e o Mogi Mirim, com 18, em penúltimo lugar, uma posição à frente do lanterna Ceará.

Globoesportes