Esporte News

Brasil perde invencibilidade no Grand Prix para a Rússia

A Seleção Brasileira de vôlei conheceu sua primeira derrota no Grand Prix nesta quinta-feira, pela segunda rodada da fase final da competição. Mesclada devido à disputa simultânea dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, a equipe não segurou a pressão diante da Rússia e foi derrotada por 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 28/26 e 25/19, perdendo a invencibilidade de dez jogos no torneio.

Brasil perde invencibilidade no Grand Prix para a Rússia

Na disputa feminina, a fase final é composta por seis equipes que duolema no sistema de pontos corridos. A seleção com mais pontos ao fim de todas as partidas fatura o título.

Atual bicampeão, o Brasil estreou com vitória em sets diretos sobre a China e agora figura em terceiro lugar, atrás da líder Rússia e dos Estados Unidos.

A maior pontuadora da partida foi a russa Naliya Goncharova, responsável por 16 unidades. Do lado perdedor, Natalia e Monique se destacaram com nove pontos, mas não foi suficiente para reverter a desvantagem verde-amarela.

A partida começou equilibrada, mas as russas mantinham a vantagem mínima (20/18). Foi quando a Seleção sofreu um apagão, permitiu que as adversárias controlassem o ritmo do jogo e fechassem a primeira parcial por 25 a 19.

O Brasil aproveitou os erros das europeias e foi melhor no segundo set. A Rússia ficou perto de fechar o set, mas na reta final, as comandadas de Paulo Coco lutaram e empataram (23/23). Porém, a reação parou por aí. As russas ajeitaram o bloqueio e não permitiram que as brasileiras pontuassem, virando novamente o placar e e garantindo a vitória por 28 a 26.

A mescla de jogadoras mais novas com as mais experientes prejudicou o Brasil, que não conseguiu crescer na terceira parcial. As russas abriram cinco pontos de vantagem (17/12) e não deixaram mais a liderança. Bastou ao time administrar a vantagem e fechar o set por 25 a 19, placar que deixa a Rússia na liderança da etapa decisiva do Grand Prix.

Gazera