Esporte News

Brasil bate seleção peruana com set mais rápido nos Jogos Pan-Americanos

O Brasil venceu a segunda partida nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, mas novamente deu dor de cabeça para o técnico José Roberto Guimarães. A vitória foi contra a seleção peruana por 3 a 1, parciais de 25-27, 25-5, 25-17, 25-16.

Brasil bate seleção peruana com set mais rápido nos Jogos Pan-Americanos

O segundo set foi tão fácil que o Brasil precisou de apenas 16 minutos para vencer a parcial. Esse foi o set mais rápido da competição até aqui, superando até as partidas que tiveram tie-break, que acaba com 15 pontos.

Assim como na estreia, a seleção voltou a sentir falta de Dani Lins na distribuição das bolas. Macris começou novamente como titular e teve uma atuação fraca até a entrada de Ana Tiemi, quando o Brasil deslanchou em quadra.

Outra mudança foi a entrada de Angélica, que também havia feito o time crescer na estreia. Ela entrou no lugar de Bárbara e não saiu mais.

Com Macris e Bárbara em quadra, o Brasil sofreu durante toda a primeira parcial e acabou perdendo por 27 a 25.

A seleção brasileira entrou no jogo no segundo set e fez prevalecer a força da equipe com a presença de Ana Tiemi e Angélica. A equipe fez 16 pontos com Jaqueline no saque e nem rodou todas as jogadoras no serviço para finalizar em 25 a 5.

Depois dessa vitória com tranquilidade, a seleção não tomou mais sustos dentro de quadra, exceto pela lesão de Fernanda Garay. Ela machucou a mão e foi substituída por Mari Paraíba no terceiro set, mas voltou para a última parcial.

"O que me assusta não é o 25 a 5, mas a grande quantidade de erros que tivemos no primeiro set. O time do Peru não tinha muito o que perder. A responsabilidade era toda nossa", falou o técnico José Roberto Guimarães ao SporTV.

A levantadora Macris disse que o início ruim pode ser um aprendizado para o restante da competição. "Melhor resultado, claro, seria fazer 3 a 0. Mas serve de aprendizado para superar os momentos de dificuldade", disse.

Apesar da vitória, a seleção perdeu mais um ponto na competição, o que pode complicar na briga pelo primeiro lugar contra os Estados Unidos. O regulamento prevê cinco pontos quando a vitória é por 3 a 0, quatro pontos no placar 3 a 1 e três por 3 a 2.

Assim, o Brasil soma sete pontos contra cinco dos EUA, que ainda entrarão em quadra contra Porto Rico. O primeiro do grupo já se classifica diretamente para as semifinais.

Uol Esportes