Esporte News

Americanas goleiam Japão e são campeãs mundiais no futebol feminino

Os Estados Unidos se vingaram de maneira indiscutível do Japão na final da Copa do Mundo feminina de 2015, neste domingo (5), em Vancouver, no Canadá. Em apenas 15 minutos, a seleção norte-americana anotou quatro gols e só precisou administrar a grande vantagem para vencer por 5 a 2 e conquistar o terceiro título.

Americanas goleiam Japão e são campeãs mundiais no futebol feminino

Essa foi a segunda vez consecutiva que Estados Unidos e Japão se enfrentam na final de uma Copa do Mundo. Em 2011, as japonesas ficaram com o título depois de vencerem nos pênaltis por 3 a 1.

O destaque da partida deste domingo foi a meia Carli Lloyd, autora de três gols, sendo um deles, o que Pelé não conseguiu na Copa de 1970 contra a contra a Tchecoslováquia. Aos 15 minutos do primeiro tempo, a capitã norte-americana viu a goleira Kaihori adiantada e chutou do meio de campo para fazer um golaço. A bola ainda bateu na trave antes de morrer no fundo das redes.

Os outros dois gols de Lloyd na partida aconteceram de maneira parecida. Aos 2 minutos, Rapinoe cobrou escanteio curto e a capitã se antecipou à marcação para tocar para o fundo do gol. Aos 5, depois de uma falta, Johnston desviou de letra e Lloyd, mais uma vez, surgiu para empurrar para as redes.

O quarto gol dos Estados Unidos foi marcado por Holiday, que aproveitou um corte mal feito de Iwashimizu para mandar de primeira. A japonesa foi substituída ainda no primeiro tempo e deixou o gramado em prantos. No segundo tempo, Heath, aos 9, fechou a conta para a seleção norte-americana.

Os gols do Japão foram marcados por Ogimi, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Johnston, contra, aos 6 da segunda etapa.

Com o título, os Estados Unidos chegam ao tricampeonato e se tornam o país com o maior número de conquistas na Copa do Mundo feminina (1991, 1999 e 2015), superando a Alemanha, que levantou a taça duas vezes (2003 e 2007).

Uol Esportes