Esporte News

Nadson assume projeto social do amigo em Serrinha

Nadson assume projeto social do amigo em Serrinha
Roberval Carlos Ferreira da Silva foi um dos grandes colaboradores do futebol baiano. O nome até soa estranho para alguns, pelo menos até saber que se trata de Carlinhos Capenga.

Pelo apelido, é quase impossível encontrar alguém que não tenha seu nome em conversas sobre o futebol do interior do estado. Desportista, ele foi responsável pela revelação de muitos talentos do esporte.

Mas, no último mês de maio, o futebol baiano deu adeus a Carlinhos. O incansável guerreiro faleceu vítima de um infarto do miocárdio.

Capenga deixou como realidade um belo projeto social, que leva o futebol para diversas crianças carentes da cidade de Serrinha, sua terra natal. E justamente um dos seus "pupilos" assumiu a coordenação do bonito trabalho.

Trata-se do mais famoso dos talentos que descobriu, o atacante Nadson Rodrigues de Souza. O jogador, que ainda continua em atividade no futebol visitou a Federação Bahiana de Futebol (FBF) nesta sexta-feira (5).

Nadson, de 33 anos participou de uma reunião com o presidente Ednaldo Rodrigues, o vice Ricardo Lima e o presidente da Ceaf-BA, Wilson Paim. Na sede da entidade, ele garantiu aos dirigentes que não deixará o projeto cair no esquecimento. Pelo contrário, assumiu e continuará à frente das crianças que têm o futebol como uma oportunidade de desviar dos caminhos das drogas e até se tonar um atleta profissional.

Nadgol, como é carinhosamente chamado por torcedores de clubes onde passou também revelou ter outro projeto em Serrinha. Esse, porém, voltado para o futebol profissional.

O atacante, que teve como último clube o Jacuipense, por onde disputou o Baianão 2015 e a Copa do Brasil, lidera um trabalho que tem como objetivo reerguer o Serrinha Esporte Clube. O SEC, que não disputa competições oficiais desde 2006 iniciou seu processo de reativação. Nadson já pretende inscrever o clube na disputa da 2ª Divisão do Baianão 2016.

Currículo - Após descoberto por Carlinhos Capenga, Nadson foi levado para o Vitória, onde se profissionalizou e ganhou destaque mundial. Do Rubro-Negro, onde atuou em 1999 e 2000, na Divisão de Base, e de 2001 a 2003, na equipe profissional, ele foi negociado para o Suwon Samsung Bluewings, da Coréia do Sul.

Atacante com fama de goleador, o baiano de Serrinha ainda tem no currículo passagens por Corinthians, Vegalta Sendai (JAP), Bahia, Sport, América (RN), Al Shamal (CAT), Ypiranga, Lagarto (SE), São Mateus (ES) e Jacuipense. O jogador ainda vestiu a camisa da Seleção Brasileira na disputa da Copa Ouro da Concacaf de 2003.

A Federação Bahiana de Futebol (FBF) garante total apoio a Nadson e lhe deseja sucesso no comando do projeto social fundado por Carlinhos Capenga e da reativação do Serrinha Esporte Clube.  

FBF