Esporte News

Dunga pede cautela aos jogadores com escândalo da Fifa

Dunga pede cautela aos jogadores com escândalo da Fifa
O escândalo da Fifa, acabou com a prisão de José Maria Marin, ex-presidente da CBF, e colocou em xeque a integridade da atual cúpula da CBF, comandada por Marco Polo Del Nero. Técnico da Seleção Brasileira, Dunga comentou sobre o assunto pediu cautela aos atletas.

“Acho que todos nós estamos vendo o que está acontecendo no mundo, não só no futebol. Conversamos com os jogadores [da Seleção Brasileira] e deixamos eles livres para se posicionarem. Mas isso, claro, sem julgar ninguém, sem julgar antes de ter algo definido e comprovado. Não tem isso de pré-julgar ninguém”, pontuou.

O comandante do time canarinho ainda teme que a goleada sofrida por 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo no Brasil, fique marcada eternamente na cabeça do torcedor.

“O 7 a 1 é uma marca que vai demorar a sair. E não sei se vai sair. Mas não podemos entrar em pânico. E quando ficamos 24 anos sem ganhar nada, mesmo com jogadores sensacionais? Precisamos dar uma resposta ao torcedor, é verdade. Precisamos mostrar dentro de campo uma vontade de ganhar e dar uma resposta além do normal”, afirmou.

Neste domingo (7), às 17h, a Seleção encara o México, Allianz Parque, em São Paulo, em amistoso preparatório para a Copa América. Ele acredita que o torcedor apoiará incondicionalmente a equipe.

“O torcedor brasileiro, pela venda de ingressos para o jogo contra o México [cerca de 35 mil vendidos] , já demonstra o carinho que tem pela Seleção. Necessitamos do apoio dele”, completou.

Com Bahia Notícias