Esporte News

Brasil perde e a Sérvia é campeã mundial Sub-20

Não é à toa que o samba e o futebol são os símbolos do Brasil no exterior. Assim como o gênero musical, o esporte no país agoniza, mas não morre. Levou outro golpe neste sábado, quando a seleção sub-20 viu o sonho de ganhar o sexto título mundial da categoria escapar no fim da prorrogação, com um gol de Maksimovic que definiu a vitória de 2 a 1 da Sérvia, no estádio North Harbour, em Auckland. Mas os meninos brasileiros deram mostras de que nem tudo está perdido: jogaram bem, se esforçaram, dominaram a partida. Provaram que pelos próximos anos haverá alguém para socorrer nosso combalido jogo.

Brasil perde e a Sérvia é campeã mundial Sub-20

Quando o técnico Rogério Micale falou, na véspera da partida, que o resultado não poderia ditar a avaliação de um trabalho, mal sabia que sua ideia seria tão dolorsamente comprovada. Um projeto que começou às pressas, cheio de mudanças em cima da hora, conseguiu levar o Brasil à final. Por detalhes, a Sérvia, que também fez ótimo jogo, à sua maneira, comandada pelo habilidoso meia canhoto Zivkovic, levou o título.

Os sérvios, aliás, se superaram. Disputaram a quarta prorrogação consecutiva e mostraram fôlego – mesmo com boa parte deles fumando incessantemente nos dias antes da partida. O triunfo teve um quê de estratégia: eles reconheceram a superioridade física brasileira, recuaram e esperaram o contra-ataque. Ele veio aos 13 minutos do segundo tempo da prorrogação. E Maksimovic, livre na área, tocou na saída de Jean.

O Brasil foi bem. Teve mais a posse de bola durante o jogo, criou mais chances. Porém, teve pouca presença na área. Ainda reagiu bem ao sair atrás no placar, quando Mandic fez 1 a 0 aos 24 minutos do segundo tempo. Andreas Pereira entrou, fez linda jogada individual e empatou aos 28. Na prorrogação, prevaleceu a frieza e a estratégia sérvia.

De consolo à seleção, o volante Danilo foi eleito o segundo melhor jogador do torneio, atrás do meia Adama Traoré, do Mali - o sérvio Milinkovic ficou em terceiro lugar. Rajkovic levou o prêmio de melhor goleiro, e o ucraniano Kovalenko, com cinco gols, foi o artilheiro.