Esporte News

Argentina vence Colômbia nos pênaltis e aguarda Brasil ou Paraguai

David Ospina bem que tentou (e como tentou!). O goleiro do Arsenal deixará Viña Del Mar depois de uma das grandes atuações da carreira. Entretanto, a Argentina foi quem comemorou. Com uma vitória por 5 a 4 nos pênaltis - depois de um empate sem gols na noite desta sexta-feira -, a equipe de Lionel Messi e companhia superou o sufoco - e a atuação inspirada do camisa 1 adversário - para bater a Colômbia e avançar à semifinal da Copa América de 2015.

Argentina vence Colômbia nos pênaltis e aguarda Brasil ou Paraguai

O empate de 0 a 0 teve o goleiro colombiano como destaque. Ospina parou Messi, Di María e companhia para forçar a decisão nas penalidades. No desempate, talvez o segundo jogador mais decisivo do elenco alviceleste apareceu para se redimir, e justamente em um dia mais do que especial.

Carlos Tevez. Vilão na Copa América de 2011 ao perder o pênalti que decretou a eliminação nas quartas de final para o Uruguai, diante do público argentino, o atacante definiu uma maluca decisão alternada. Se Muriel e Biglia erraram na primeira contagem, Zuñiga, Rojo e Murillo protagonizaram erros grotescos nos momentos mais decisivos da disputa.

Foi aí que apareceu Tevez. Anunciado como novo reforço do Boca Juniors durante o confronto desta noite desta sexta-feira, Carlitos optou pela segurança da cobrança no meio do gol, venceu um imparável Ospina e botou a Argentina na semifinal. O goleiro brilhou, mas o novo reforço xeneize foi quem sorriu.

Classificada depois de 90 minutos e uma estressante disputa por pênaltis, a equipe do técnico Gerardo Martino encara na semifinal da Copa América o vencedor do confronto entre Brasil e Paraguai, que se enfrentam neste sábado, às 18h30 (de Brasília), em Concepción.