Esporte News

Segundona: Jequié e Atlético ficaram no empate

Segundona: Jequié e Atlético ficaram no empate
O torcedor jequieense deixou as dependências do Estádio Waldomiro Borges, na manhã deste domingo (3/5), com o sentimento de derrota do seu time, no empate em um a um diante do Atlético de Alagoinhas. Com o resultado em casa e a vitória do Grapiúna diante do Itabuna (2×1), no Luiz Viana Filho, o time do Jequié passou a ocupar,  nessa terceira rodada, a última colocação da fase de classificação do Campeonato Baiano da 2ª Divisão 2015, com apenas dois pontos positivos.

A expectativa do torcedor era de que o time comandado pelo técnico Sérgio Odilon, fizesse prevalecer o seu mando de campo. A ducha fria veio aos 10 min da etapa inicial quando um atacante do time visitante foi derrubado pelo zagueiro Índio. O árbitro Moisés não teve dúvida em marcar a cobrança da penalidade máxima. O atacante João Neto bateu no canto direito do goleiro Jeferson que se esticou e fez a defesa.

Três minutos depois do pênalti perdido pelo Atlético,  a situação se inverteu em favor do time da casa. O atacante Diego Renato recebeu livre a bola invadiu a área passou pelo goleiro mas escorregou na primeira tentativa. Mesmo desequilibrado conseguiu bater para dentro do gol que foi evitado com o uso da mão pelo zagueiro Alex Santos. Mais uma vez o árbitro não teve dúvida em marcar a penalidade máxima, expulsando o zagueiro atleticano de campo.  O estreante Rena encarregado da cobrança bateu fraco no canto para uma boa defesa do goleiro Pedro Henrique.

A vantagem numérica não conseguiu ser bem aproveitada pelo time jequieense. Somente aos 13 min do segundo tempo, Rena redimindo-se do pênalti perdido, escorou bem de cabeça um cruzamento da direita, sem chance de defesa para o goleiro adversário. Quando o torcedor começava a acreditar na primeira vitória do Jequié, veio o castigo na mesma dosagem. O atacante João Neto que havia perdido o pênalti em favor do Atlético, aproveitou a bobeira do miolo da zaga e chutou forte à meia altura empatando a partida. A renda fornecida foi de R$ 8.240, para um público pagante de 844 torcedores. Domingo (10), o Jequié vai a Salvador enfrentar o Ypiranga, penúltimo colocado com o mesmo número de pontos do time jequieense.

Os quatro grupos de refletores do Estádio Waldomiro Borges, foram acesos para teste no segundo tempo do jogo Jequié 1×1 Atlético. Apenas três lâmpadas não acenderam situação que o secretário de Esportes, Jairo Rodrigues, revelou à nossa reportagem que será solucionada no início da semana. Em relação ao placar eletrônico que permanece sem funcionar, Jairo Rodrigues explicou que já foram feitas tentativas com várias empresas para restaurar o equipamento mas, sem não obteve sucesso. O secretário vê como solução, a aquisição de um novo placar por parte da Prefeitura.

Jequiereportes