Esporte News

Bahia goleia o Vitória da Conquista e é Campeão Baiano 2015

Bahia goleia o Vitória da Conquista e é Campeão Baiano 2015
Para ser campeão, o Bahia precisava vencer  o Conquista por pelo menos três gols de diferença.  O início do duelo começou “quente”. Tatu tentou arrancar do meio de campo e acabou derrubado por Souza aos dez segundos de jogo. Logo depois, Tony cometeu falta em Matheus Leoni no lateral de campo.

O nervosismo do Bahia parou por aí. O time comandado pelo técnico Sérgio Soares começou a dominar as ações do jogo e criar jogadas de perigo.  Aos sete, Bruno Paulista cobrou escanteio por baixo, na primeira trave. Robson tocou na bola, mas mandou para a linha de fundo.

Um minuto depois, a bola sobrou com Tiago Real, que chutou de primeira. A bola tocou no defensor do Conquista e saiu pela linha de fundo.

Após bate-rebate na grande área, Bahia abre o placar
Melhor em campo, o primeiro gol seria questão de tempo. E foi. Aos nove, Souza cruzou e Viáfara saiu de soco. No rebote, Tony foi acionado e mandou na direção de Maxi Biancucchi. Ele dividiu com o arqueiro do Bode e a bola sobrou na medida para Robson balançar o fundo das redes e abrir o placar na Arena Fonte Nova.

Tricolor amplia com Bruno Paulista e empolga torcida na Arena Fonte Nova
O Bahia começou arrasador na Arena Fonte Nova. Cinco minutos depois de abrir o placar, o time Tricolor ampliou com Bruno Paulista. O atleta ficou com a sobra, após Viafára cortar um cruzamento. Ele arriscou o chute de fora da área e marcou um belo gol, para delírio dos adeptos do Bahia presentes no estádio.

Bahia marca o terceiro e tira vantagem do Vitória do Conquista
A missão parecia difícil, mas o Bahia já conseguiu tirar a vantagem do Vitória da Conquista. Aos 22 minutos do primeiro tempo , o Tricolor partiu em contra-ataque e Maxi Biancucchi deu um passe açucarado para Souza. O volante enganou o marcador e Viáfara e tocou para Kieza, que com tranquilidade, marcou o terceiro do Tricolor. Se o resultado persistir, o time comandado pelo técnico Sérgio Soares garante o título do Baianão.

Esquadrão mantém domínio e perde chances
Nervoso em campo, o Vitória da Conquista não conseguia criar e tinha dificuldades para passar do meio-campo do Bahia. Aos 39, o Tricolor trocou passes de primeira, saiu do campo de defensa e chegou ao ataque após um corta luz de Kieza e um chute forte de Zé Roberto, que Viáfara defendeu em dois tempos.

Aos 43, após contra-ataque, a bola ficou com Kieza, que chutou cruzado e a bola passou muito perto da meta de Viáfara.

Segundo tempo

Precisando marcar pelo menos um gol, o técnico Evandro Guimarães sacou o meia Carlinhos e colocou em campo o atacante Rafamar, para tentar deixar o time mais ofensivo.

Porém, a mudança não surtiu muito efeito. O Conquista até começou a ensaiar algumas jogadas de perigo, mas o Bahia era que continuava a chegar com mais objetividade na área adversária.

Aos dez, Maxi Biancucchi deu belo passe para Zé Roberto. Ele chutou com o lado do pé e Viáfara fez boa intervenção.
Zé Roberto chegou mais uma vez com perigo aos 13. Zé Roberto tabelou com Bruno Paulista, recebeu dentro da área e chutou, mas a bola bateu em Diego Aragão e saiu.

Souza converte dois pênaltis
Aos 15, Zé Roberto passou por Fausto e Sílvio na entrada da área, mas acabou derrubado pelo zagueiro do Conquista. O árbitro Jailson Macêdo Freitas assinalou o pênalti.  Souza cobrou com tranquilidade e chutou no canto esquerdo para ampliar o placar na Arena Fonte Nova.

Dez minutos depois, outro pênalti para o Bahia. Após cobrança de escanteio, Maxi Biancucchi cabeceou e Diego Aragão tocou com a mão na bola.  Jailson Macêdo de Freitas marcou a infração e expulsou o jogador conquistense. Mais uma vez Souza foi para a cobrança, esperou Viáfara escolher o canto e tocou franco, contrapé do arqueiro colombiano.

Kieza marca mais um e dá números finais ao duelo
Com o placar elástico e um homem a mais em campo, o Bahia adotou a cautela e chegava no gol do Conquista quando queria. Aos 39, o atacante Kieza recebeu belo passe de Rômulo, enganou Silvio e Viáfara e marcou o sexto gol do Tricolor no duelo e deu números finais ao duelo.

FICHA TÉCNICA:
Campeonato Baiano - Final (2º jogo)
Bahia 6x 0 Vitória da Conquista
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 03/05/2015
Horário: 16h
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Auxiliares: José Raimundo Dias da Hora e Jucimar dos Santos Dias.
Cartões amarelo: Bruno Paulista, Tiago Real, Zé Roberto, Ròmulo (Bahia) ; Tatu e Fausto (Vitória da Conquista)
Cartão vermelho: Diego Aragão (Vitória da Conquista)
Gols: Robson, Bruno Paulista e Kieza, Souza 2x (Bahia)

Bahia: Jean; Tony, Titi, Robson e Bruno Paulista; Pittoni, Souza e Tiago Real; Maxi Biancucchi (Rômulo), Zé Roberto (Willians Santana) e Kieza.. Técnico: Sérgio Soares.

Vitória da Conquista: Viafára; Adriano Apodi, Fernando Belém, Sílvio e Mateus Leoni; Fausto (Erivelton), Maicon, Diego Aragão e André Beleza (Cacá); Carlinhos (Rafamar) e Tatu.Técnico: Evandro Guimarães.

Bahia Notícias