Esporte News

Bahia comemora o 46º título de campeão baiano

Bahia comemora o 46º título de campeão baiano
Antes de entrar em campo neste domingo, a tarefa do Bahia parecia a mais complicada possível. Vencer um rival, até então invicto, por pelo menos três gols de diferença, quatro dias após perder um título regional. No entanto, os 11 jogadores escalados por Sérgio Soares e o apoio da torcida transformaram a tarefa em formalidade. Com um ímpeto acima do comum, o Bahia foi impiedoso e venceu o Conquista por 6 a 0, garantindo, dentro de seus domínios, o 46º título estadual da sua história. Kieza e Souza marcaram duas vezes cada, enquanto Robson e Bruno Paulista marcaram uma vez cada.

Como um rival sedento pelo triunfo diante de um adversário que em momento algum foi páreo, o Bahia partiu para o ataque desde os primeiros minutos da partida. E encontrou do outro lado um Conquista que sentiu o peso da decisão. Se houve um dia na curta história de dez anos do Bode em que nada deu certo, esse dia foi este domingo.

De quebra, o Bahia bateu marcas históricas. Desde 1994, o Tricolor não conquistava um bicampeonato estadual. Além disso, esse é o primeiro título na nova Fonte Nova. Levando em conta o antigo estádio, o Tricolor quebra um jejum que durava 14 anos: desde 2001, quando o Bahia venceu a Copa do Nordeste, um clube não era campeão no estádio.

Após levantar a taça, o Bahia volta as atenções para a competição mais importante da temporada: a Série B. O Tricolor estreia no próximo sábado, contra o América-MG, às 16h30 (horário de Brasília), no Independência, em Belo Horizonte.