Esporte News

Confiança derrota o Vitória na reinauguração do Batistão

Confiança derrota o Vitória na reinauguração do Batistão
Após um ano e oito meses, enfim nasceu a Arena Batistão. Para celebrar a reinauguração do estádio, Confiança e Vitória fizeram a partida de abertura do grupo A da Copa do Nordeste 2015. Os azulinos queriam deixar a festa mais bonita vencendo em casa, os rubro-negros queriam estragar tudo.

O Vitória teve no primeiro tempo as melhores chances de gol, no entanto, não jogou bem. O Confiança foi melhor, mas não reverteu a superioridade em oportunidades. Jorge Wagner foi expulso ainda no primeiro depois de duas faltas duras e deixou o Leão com um a menos desde os 30 minutos do 1º tempo. Nesta etapa, o lance de maior importância aconteceu aos três minutos. Kadu cabeceou e marcou contra para os azulinos, porém o árbitro não validou alegando posição irregular de Kível e Bibi.

Na segunda etapa muitas chances foram criadas pelas duas equipes. Quem mais criava pelo Leão era Neto Baiano. No Dragão, Kível e Bibi insistiam, mas a bola teimava em não entrar. E o primeiro gol da Arena Batistão só saiu aos 32 minutos da etapa final. O lateral Diogo cobrou falta na ponta esquerda de ataque. A bola passou por toda a área do Vitória e foi morrer no fundo das redes do goleiro Fernando Miguel. Depois disso, a festa do time local foi fechada com chave de ouro ao som de olé nas arquibancadas e uma grande ola com os 13.616 expectadores da primeira partida na reinauguração do estádio.

FICHA TÉCNICA
Confiança X Vitória
Copa do Nordeste – 1ª rodada
Local: Batistão, em Aracaju (SE)
Data: 04 de fevereiro de 2015, quarta-feira
Horário: 21h20
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante (AL)
Auxiliares:  Otávio Correia de Araújo (AL) e Pedro Jorge Santos (AL)
Cartões amarelo: Jorge Wagner  e Fernando Miguel (Vitória);  Leandro Kivel,  Flávio José e Valdo (Confiança)
Cartão vermelho: Jorge Wagner (Vitória)
Gol: Diogo (Confiança)

Confiança:   Everson; Diogo, Valdo, Heverton Luiz e Altemar; Flávio (Renan), Richardson, Wallace Pernambucano e Everton Santos;  Leandro Kivel (Jailton) e Bibi. Técnico: Betinho

Vitória: Fernando Miguel; Nino Paraíba, Ednei, Kadu e Mansur; Amaral, José Welison, Vander (Euller), Escudero (Rogério) e Jorge Wagner; Neto Baiano (Leílson).  Técnico: Ricardo Drubskcy