Esporte News

Presidente do Vitória promove 'limpeza' no elenco

Presidente do Vitória promove 'limpeza' no elenco
O rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro vai fazer com que o Vitória passe por uma reformulação, pelo menos é o que garante o presidente do clube, Carlos Falcão. De acordo com o dirigente apenas o polivalente Luiz Gustavo, dos jogadores que têm contrato se encerrando no final desta temporada, pode permanecer na Toca do Leão em 2015.

"A princípio desse grupo que levou o Vitória à Série B não fica ninguém. Daqueles que os contratos se encerram, talvez, vamos manter contato com o Palmeiras para tentar a permanência do Luiz Gustavo. Fora isso, a nossa decisão é tentar montar um grupo que tenha um DNA vencedor", revelou o dirigente em entrevista à TV Bahia.

Questionado sobre o retorno de Ney Franco ao clube, após ter saído para o Flamengo, Falcão tentou explicar a situação. "Se for falar de arrependimento, me arrependo de tudo. Mas, naquele momento, me parecia a decisão mais correta. Se você me perguntar, não teria renovado com a maioria dos jogadores, não teria trazido alguns jogadores que a gente trouxe. Quando pesamos o péssimo início de 2014 e a excelente campanha de 2013, naquele momento, pesou o excelente trabalho do ano passado", completou.

O presidente rubro negro ainda negou que Cristóvão Borges e Mazzola Junior tenham sido procurados pelo clube e revelou quais os primeiros passos que irá tomar visando a próxima temporada. "Nenhum dos dois são nomes que a gente tenha conversado. Já estamos discutindo, temos duas ou três preferências. A partir de hoje vamos começar os contatos, essa é a primeira decisão. Vamos procurar os empresários dos atletas para encaminharmos as rescisões devidas. Vamos fazer reuniões diárias para buscar as contratações. A prioridade é a gente definir o treinador com perfil de já ter vivido a experiência da Série B", concluiu.