Esporte News

Chapecoense demite o técnico Jorginho

Chapecoense demite o técnico Jorginho
Foram dois meses e cinco dias no comando da Chapecoense. Contratado após a derrota de 3 a 0 para o Coritiba, o técnico Jorginho chegou ao clube com a missão de melhorar a campanha da equipe verde e branca no Campeonato Brasileiro e evitar a zona do rebaixamento. No entanto, o treinador não resistiu ao fracasso diante do Vitória, no domingo, e foi desligado oficialmente da nesta manhã, junto do auxiliar Anderson Lima. A decisão do substituto, segundo o clube, deve acontecer ainda nesta segunda, e existe a possibilidade de Celso Rodrigues, funcionário do Verdão, reassumir o posto.

Com o resultado da partida contra o Leão, o técnico acumulou uma seca de seis jogos sem vitória. Além disso, o Verdão perdeu as três últimas partidas que disputou, sem marcar um gol sequer. Por causa dos fracassos recentes, o time voltou para o Z-4, justamente na reta final do Campeonato Brasileiro.

Assim que assumiu a Chape, Jorginho teve apenas um treino antes de sua estreia na casamata do time. O primeiro jogo terminou com vitória por 3 a 1 sobre o Sport. Em seguida, o Verdão surpreendeu com boas atuações contra Corinthians e Grêmio. O jogo mais ofensivo praticado por ele encantou torcedores e dirigentes. Na passagem de Jorginho, a equipe fez a goleada histórica de 5 a 0 diante do Inter. Só que os últimos resultados pressionaram a saída do treinador.

Na Chapecoense, o treinador comandou o grupo em 14 confrontos: são quatro vitórias, quatro empates e seis derrotas. De 42 pontos disputados, o Verdão conseguiu 16 na era Jorginho – aproveitamento de 38%.