Esporte News

Brasil encara China e dominicanas na 3ª fase do Mundial de Vôlei

 O Brasil se deu bem no sorteio dos grupos da terceira fase do Mundial feminino de vôlei. As comandadas de José Roberto Guimarães tiveram sorte, caíram na chave mais fácil e enfrentarão China e República Dominicana na briga pela semifinal.

Brasil encara China e dominicanas

O primeiro duelo do Brasil será contra as chinesas na próxima quarta-feira. A seleção terá um descanso na quinta-feira antes de encarar a República Dominicana na sexta-feira. O dia livre brasileiro terá o confronto entre dominicanas e China.

O técnico José Roberto Guimarães elogiou seus adversários após o sorteio. "Temos que continuar pensando jogo a jogo. Vamos enfrentar, primeiro, a China que joga com muita velocidade e tem feito um excelente campeonato. Daqui para frente, cada partida será uma final. A República Dominicana também fez jogos muito bons e chega motivada para essa fase. Nosso grupo vai continuar trabalhando forte para conseguir os objetivos", falou.

Em seus dois dias de disputa, o Brasil fará o primeiro jogo no ginásio de Milão. Depois das brasileiras, as italianas entrarão em quadra para enfrentar seus adversários.

Contra a República Dominicana, o treinador José Roberto Guimarães encontrará um velho conhecido. Marcos Kwiek. Os dois trabalharam juntos na seleção brasileira entre 2003 e 2007.

A República Dominicana chega à terceira fase como a maior surpresa da competição. Em seu trajeto, elas conseguiram inclusive uma vitória sobre as italianas, ainda na primeira fase.

Já a China se mostrou um adversário sólido durante toda a competição. As asiáticas só perderam a invencibilidade na última rodada da segunda fase quando enfrentaram a Itália, donas da casa.

A outra chave terá equipes mais complicadas. Estados Unidos, Rússia e Itália formam o grupo.

Curiosamente, o sorteio acabou por não repetir nenhum dos duelos que os dois cabeças-de-chave tiveram até aqui. A terceira fase apenas inverteu Itália e Brasil de grupos.

Uolesportes