Esporte News

Vitória e Bahia duelam na Arena Fonte Nova

 Quando o Vitória estiver atacando no Ba-Vi deste domingo, 21, às 16h, na Arena Fonte Nova, o confronto particular entre o atacante Dinei e o goleiro Lomba não será nenhuma novidade. Ambos já  conhecem bem o maior clássico do Nordeste e já fazem parte da história do encontro. Entretanto, quando o Tricolor investir para marcar, o duelo entre Kieza e Fernández será uma estreia. Ambos jogam o primeiro Ba-Vi na carreira.

Vitória e Bahia

No lado do Rubro-Negro, o goleiro Gatito mostra ansiedade no seu primeiro jogo entre Vitória e Bahia. Goleiro da seleção paraguaia este ano, Fernández já sabe da obrigação de vencer um clássico, principalmente para a torcida vermelha e preta.

"Me sinto bem para a partida. Alguns jogadores aqui falam sobre a importância que tem um Ba-Vi, mas são os torcedores nas ruas que me mostraram o quanto é importante este clássico. Todos me pedem muito o triunfo no domingo. Nem falam muito sobre vencer e sair da zona de rebaixamento. Querem vencer e pronto", disse Gatito.

Após triunfo diante do Fluminense, o camisa 1 do Vitória diz que o elenco terá outra postura diante do rival Bahia. "Mudou o ânimo do nosso time. Acho que chegaremos com outra postura ao clássico. Sabemos que podemos sair desta situação e começar uma boa sequência de triunfos", completa o gringo de luvas.

Além de Fernández, outros dois titulares do Leão também irão debutar no Ba-Vi: os meias Marcinho e o capitão Richarlyson. Caso Roger Carvalho seja opção no lugar de José Wellison, também entra na lista de estreantes no clássico baiano.

K-9

No lado do Bahia, outros três jogadores terão a primeira experiência no clássico. Ou melhor, quase isso, já que o prata da casa Railan pela primeira vez entra em campo como atleta. O lateral-direito já participou de grandes clássicos, mas vestido de super-homem, o mascote que faz a alegria da torcida. Além de Railan, Léo Gago e Kieza estrearão no Ba-Vi.

Camisa 9 tricolor, Kieza pode nunca ter jogado um Ba-Vi, mas tem experiência em outro clássico do Nordeste. Quando defendia o Náutico, o centroavante participou de seis confrontos entre Sport e Timbu. No histórico, perdeu apenas uma, em 2011, por 2 a 0. Depois, venceu três.

Pelo menos no clássico pernambucano, Kieza não tinha tanto faro de gol. Marcou dois, ambos num único jogo, no triunfo de 3 a 2 do Náutico em 2011. Quando atuou no Fluminense, Kieza também jogou contra Flamengo e Botafogo e não venceu, tampouco fez gol.

Apesar de ser estreante no Ba-Vi, Kieza já enfrentou o Vitória três vezes, duas defendendo o Náutico e uma o Flu. Equilíbrio total entre triunfos, empates e derrotas. Em 2011, no triunfo Timbu de 2 a 0, Kieza marcou os dois gols no Leão.

Atarde