Esporte News

Pesquisa aponta Vitória como 2º mais eficiente em gestão entre 2008 e 2013

Vitória como 2º mais eficiente
A situação crítica do Vitória em 2014 não reflete as conquistas do clube nos últimos anos fora de campo. Nesta quarta-feira (3), o Rubro-Negro recebeu mais um "título" de clube referência em termos de gestão no Brasil.

Desta vez, uma pesquisa da Pluri Consultoria apontou o Leão como a segunda agremiação brasileira de gestão mais eficiente entre os anos de 2008 e 2013. O time baiano só ficou atrás do Santos.

Para chegar aos números da pesquisa, a empresa considerou as receitas dos clubes, gastos e resultados obtidos nos gramados para chegar ao índice de eficiência. "O futebol brasileiro está cada vez mais assimétrico, a diferença entre o maior e o menor orçamento do futebol (entre os 29 clubes de maior faturamento) é de quase 18 vezes. Tal situação não permite uma análise justa a respeito da qualidade do trabalho dos departamentos de futebol dos vários clubes, causando análises em geral equivocadas em relação à performance dos clubes, seus dirigentes e profissionais. Em alguns casos, elogia-se demais o trabalho de alguns que contam com super estruturas e por outro lado se cobra além da conta de quem não tem estrutura e recursos suficientes para competir em condições de igualdade no futebol brasileiro", diz a Pluri em relatório apresentado.

No período avaliado, além das conquistas fora das quatro linhas, o Vitória faturou quatro Campeonatos Baianos (2008, 2009, 2010 e 2013), além de ter chegado ao vice-campeonato da Copa do Brasil, em 2010.

Presidente do clube durante os seis anos em que o clube recebeu o título de segunda melhor gestão do país, Alexi Portela comemorou o resultado. "Este reconhecimento nacional é muito importante para o Vitória. Muitas vezes o torcedor não entende as dificuldades do nosso orçamento, mas tenho a certeza que estamos no caminho certo", destacou.

Mas, o dirigente, que atualmente preside o Conselho Fiscal do Rubro-negro e a Liga de Clubes do Nordeste, não esqueceu de reconhecer o trabalho de toda a sua equipe. "Nunca fiz nada sozinho e a participação de toda diretoria foi muito importante para o êxito do nosso trabalho", completou.

Com Galaticos