Esporte News

Grêmio é excluído da Copa do Brasil

As ofensas racistas proferidas por alguns torcedores do Grêmio contra o goleiro Aranha na partida diante do Santos, pela Copa do Brasil, acabaram custando caro ao clube. Nesta quarta-feira, o time gaúcho foi condenado pela 3ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a pena máxima: exclusão da Copa do Brasil. A sentença veio após uma sessão de quatro horas de duração, e por unanimidade de votos por parte dos auditores.

goleiro Aranha

A sessão foi presidida pelo auditor Fabrício Dazzi, presidente da 3ª Comissão Disciplinar do STJD. Votaram pela exclusão do Grêmio, além de Dazzi, os auditores Francisco Pessanha, Ricardo Graiche, Ivaney Caires e Gustavo Teixeira. O clube gaúcho terá de pagar uma multa de R$ 50 mil pelas ofensas a Aranha, mais R$ 2 mil por sua torcida ter atirado papel higiênico em campo, e outros R$ 2 mil pelo atraso na entrada em campo – o Santos foi condenado a pagar R$ 4 mil por este mesmo motivo. O Grêmio deve recorrer decisão ao Pleno do STJD. Os torcedores identificados estão proibidos de frequentar estádios por 720 dias.

O árbitro Wilton Pereira Sampaio foi condenado a uma suspensão de 45 dias e pagamento de R$ 800 de multa por não ter colocado em súmula as ofensas a Aranha, fazendo-o apenas através de um adendo, após ver imagens de televisão sobre o fato. Os auxiliares pegaram 30 dias e multa de R$ 500.

Com Gazetaesportiva