Esporte News

Gilson Kleina treina o Bahia até dezembro

Gilson Kleina treina o Bahia
Nem Márcio Araújo, nem Charles Fabian. O novo treinador do Bahia para o restante da temporada de 2014, incluindo a reta final do Campeonato Brasileiro da Série A e Copa Sul-Americana, será o paulista Gilson Kleina.

Vetado pelo diretor de futebol Rodrigo Pastana, que o considerou desatualizado devido o período de dois anos sem comandar uma equipe, Márcio Araújo, apesar do apoio do torcedor, perdeu a disputa para o ex-comandante do Palmeiras. Além do velho conhecido tricolor, o ídolo Charles Fabian, interino por três rodadas, também teve o nome ventilado, mas a diretoria optou por Kleina.

O treinador, demitido do Palmeiras no mês de abril, se reuniu com a diretoria do Bahia por duas vezes no início do mês, inclusive com o diretor de futebol Rodrigo Pastana, e concretizou a negociação com o tricolor baiano. O anúncio, no entanto, só aconteceu na tarde desta quarta-feira (13).

O nome de Gilson Kleina, antes mesmo da demissão de Marquinhos Santos, era o preferido da diretoria. No entanto, a pedida salarial do treinador não foi bem vista pela direção do Bahia. Aconteceram conversas, rodadas de negociação, até que as duas partes chegassem ao acordo.

Kleina terá como principal missão em Salvador evitar que o Bahia, único nordestino a ficar quatro anos consecutivos na Série A no formato de pontos corridos, permaneça na elite do futebol brasileiro e aumente o recorde regional para cinco.

O novo treinador do esquadrão, aos 46 anos, carrega como maiores feitos na carreira de treinador profissional o acesso da segunda para primeira divisão com duas equipes paulistas: Ponte Preta e Palmeiras.

No alviverde paulista, seu último trabalho, Gilson Kleina teve esteve à beira do campo em 56 triunfos, 20 empates e 29 derrotas.