Esporte News

Vitória encara o Internacional na estreia do Campeonato Brasileiro

 O Vitória dá a largada neste sábado (19) no Campeonato Brasileiro com um objetivo bem definido: estrear bem e voltar para Salvador com os três pontos na bagagem.  

“A gente vai para lá para ganhar. Trazer os três pontos. Com fé em Deus a gente vai conseguir”, projeta o lateral-esquerdo Mansur.

Para a partida, o técnico Ney Franco promoverá mudanças em relação a equipe que perdeu o título estadual para o Bahia no último domingo (13). No sistema defensivo, Dão retorna ao time na vaga na de Matheus Salustian, enquanto Mansur atuará na lateral-esquerda e Juan será deslocado para o meio de campo. Já no ataque, o técnico colocará em campo Dinei e Marquinhos.

Dois jogadores não estão à disposição de Ney para a partida. O meia Hugo cumprirá o segundo e último jogo de suspensão imposta pelo STDJ. A punição foi por conta da expulsão na última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, quando ele ainda atuava pelo Goiás. Já o atacante Caio, emprestado pelo Internacional, está impedido de atuar nesta partida por uma cláusula no seu contrato.

Já o Internacional, espera um Vitória no contra-ataque. O técnico Abel Braga destacou os pontos positivos do time Rubro-Negro e espera um triunfo dentro de casa. “ O mais importante de tudo é fazer cada jogo como se fosse de título. Sabemos que poucas equipes vão chegar no Beira-Rio e se atirar para cima do Inter. Vão jogar no contra-ataque. O Vitória tem o Dinei, que é muito bom na bola área, e o Marquinhos, que é extremamente rápido. Os jogadores sabem como o adversário vai jogar, mas temos que olhar pra dentro de nós mesmos para fazer o melhor possível”, pontuou o técnico Colorado.


FICHA TÉCNICA
Internacional x Vitória
Campeonato Brasileiro – 1ª rodada
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Horário: 18h30
Árbitro: Raphael Claus (CBF-SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP).

Vitória: Wilson; Ayrton, Luiz Gustavo, Dão e Mansur; Neto Coruja, Cáceres, José Welison e Juan; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco

Internacional: Dida; Cláudio Winck, Juan, Paulão e Fabrício; Willians, Aránguiz, Alex, D’Alessandro e Alan Patrick; Rafael Moura.  Técnico: Abel Braga.