Esporte News

Edilson: "Ronaldinho, Edmundo e Vampeta o ajudaram a sair da cadeia"

Dez dias depois de deixar a prisão, o ex-jogador Edilson, campeão do mundo pelo Brasil em 2002, disse que precisou de ajuda de boleiros como Vampeta e Ronaldinho para sair da cadeia. Em entrevista à Rede Bahia, afiliada da Globo no estado baiano, o ex-atleta falou sobre quem o ajudou.

"Os amigos como Vampeta, Amaral, Edmundo, Ronaldinho e vários outros, meus familiares (ajudaram a pagar a dívida)", disse Edilson, que teve de pagar R$ 102 mil em juízo para sair da prisão.

O pentacampeão ainda falou sobre como foi estar na cadeia e disse que não conseguiu dormir apesar de passar mais de 24 horas atrás das grades.

"Não dormi na verdade, a gente cochila, dorme, acorda. Eu estava ali dentro sofrendo, mas estava ali dentro muito mais preocupado com as pessoas do lado de fora. Essa prisão minha, eu estava fazendo muita gente sofrer", falou.

Edilson também fez questão de ressaltar que é um bom pai. "Eu não sou essa pessoa que está todo mundo pensando que sou que não gosto de pagar pensão, que não gosto do meu filho, nada disso. Sou bom pai, sou bom filho. Se me encontrei naquela situação, eu te garanto que foram erros", completou.

O ex-jogador foi preso no último dia 26 de março acusado de não pagar a pensão de seu filho. A 9ª Vara Familiar de Salvador havia expedido um mandado de prisão contra Edilson em dezembro de 2013.

Uol Esportes