Esporte News

Bahia vence o Vitória e reverte vantagem na decisão do Baianão

 Sob o olhar de mais de 35 mil espectadores, maior público do futebol baiano no ano,  o Bahia largou na frente na decisão do campeonato estadual de 2014. O Esquadrão  derrotou o rival Vitória  por 2 a 0, na tarde deste domingo, 6, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e abriu vantagem na busca por mais um título do Baianão.

As duas equipes voltam a se enfrentar, pelo segundo jogo da decisão, no próximo domingo, 13. O jogo será no Estádio Metropolitano de Pituaçu, na capital baiana, às 16h, com mando de campo do Leão.

O jogo

 O jogo na Fonte Nova começou movimentado, com as duas equipes buscando o gol. O primeiro lance de perigo foi do Leão, logo aos dois minutos. William Henrique fez boa jogada dentro da área e tocou para Hugo, que arriscou de primeira. O goleiro Lomba, bem posicionado, evitou o gol.

A resposta do Esquadrão veio um minuto depois com Talisca, que levou perigo em falta cobrada da entrada da área. A bola passou perto do gol de Wilson, assustando a torcida do time adversário.

Quem também quase marcou em boa jogada individual foi o argentino Maxi Biancucchi, que fez seu segundo Ba-Vi com a camisa tricolor. Ele aproveitou erro de Hugo, avançou em velocidade, deixou três marcadores para trás e arriscou da entrada da área. O goleiro Wilson defendeu, impedindo o primeiro gol do gringo com a camisa do Bahia.

 Aos 14', Lincoln cobrou escanteio e encontrou Titi na área. O zagueiro cabeceou, mas Ayrton, em cima da linha, salvou o Vitória.

A equipe rubro-negra também esteve por um triz de abrir o marcador, aos 32'. A bola sobrou, na entrada da área, com o lateral Juan, que bateu firme e acertou a trave direita do gol defendido por  Marcelo Lomba.

Quando a bola resolveu entrar, o gol não valeu. Primeiro, o juiz anulou tento marcado de cabeça por Tite, que aproveitou cobrança de falta de Lincoln. Depois, pelo lado rubro-negro, invalidou gol marcado por Juan, por entender que o jogador dominou no braço dentro da área antes de chutar.

A rede só balançou pra valer aos 37'. Aproveitando erro de Rodrigo Defendi, Talisca tabelou com Maxi Biancucchi recebeu na entrada da área e bateu no cantinho. A bola ainda pegou na trave antes de entrar, e o Bahia foi para os vestiários em vantagem.

 Sem a mesma movimentação da primeira etapa, os times criaram pouco no segundo tempo. O Bahia foi obrigado a fazer alteração logo aos cinco minutos, após Guilherme Santos se machucar. Ele deu lugar a Pará.

Em uma das poucas chances que teve, em cobrança de falta, o tricolor levou perigo com Lincoln, que chutou colocado e viu a bola passar perto do gol de Wilson.

Pelo lado do Vitória, Marquinhos, que entrou no lugar de Mansur, também esteve perto de marcar. Após bobeira da defesa do Bahia, ele invadiu a área, mas chutou para fora.

Aos 16', ambas as equipes ficaram com um a menos. O meia Hugo, do Leão, e o volante Uelliton, do tricolor, receberem cartão vermelho após se desentenderem em campo.

O jogo ficou amarrado. Contente com o resultado, o Bahia esperava o adversário no campo de defesa, mas o Vitória tinha dificuldade na troca de passes e pouco incomodava o rival.

E foi numa bola parada que o Esquadrão conseguiu chegar ao seu segundo gol. Após cobrança de escanteio, Fahel subiu na área e, sozinho, desviou para o gol, ampliando a vantagem dos donos da casa: 2 a 0.

Uol Esportes