Esporte News

Vitória encara o Conquista para definir vaga à final

Para muitos, o número 13 não traz boas energias e significa azar. Para o Vitória, pode significar festa, neste domingo, 30, às16h, no Estádio de Pituaçu, diante do Vitória da Conquista.

Até com uma derrota por um gol de diferença,  na partida de volta da semifinal do Baianão, o Leão chega à sua 13ª final seguida da competição estadual - ganhou nove troféus nesse período.

Como joga por dois resultados iguais e venceu o primeiro jogo por 2 a 1, em Conquista,  e o Bahia empatou seu jogo, o rubro-negro  já tem garantida a vantagem de dois empates numa eventual decisão de campeonato.

Embora o retrospecto aponte vantagem para o Vitória da capital, Ney Franco prefere manter os pés no chão. "A gente não está com  a nossa classificação assegurada. O adversário nos mostrou que tem jogadores de qualidade e tem capacidade de fazer um bom jogo também", pondera.

No entanto, não dá para negar que a vantagem é boa e a vaga na decisão está quase assegurada. "Tomara que  a gente tenha essa competência de passar para a final. É importantíssimo coroar esse trabalho com o título", disse o treinador.

O que mais a torcida  quer é sorte e ver o time buscar o décimo título dos últimos 12 anos. Então, chegou a hora de mais uma consagração do Leão!

Dinei e José vetados

Com uma distensão abdominal, o atacante Dinei está vetado pelo departamento médico e é baixa para o técnico Ney Franco. Quem também está fora do jogo é o meia José Wellison, que só deve retornar nas partidas finais, caso o Vitória se classifique.

Willie, recuperado da cirurgia no joelho, pediu para jogar, mas o comandante rubro-negro prefere não arriscar: "Fico feliz pela vontade demonstrada pelo atleta, mas Willie ficou dois meses parado e precisa se condicionar mais. Ele terá a chance de voltar em outra oportunidade."

Já Marquinhos, que sentia uma pancada na perna direita, recuperou-se e vai jogar.

 Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador
Quando: domingo, 30, às 16h
Árbitro: Lúcio José de Araújo
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos e Adson Lopes Leal

Vitória - Wilson, Ayrton, Matheus Salustiano, Rodrigo Defendi e Juan (Mansur); Marcelo, Cáceres e Hugo; Marquinhos, Alan Pinheiro (William Henrique) e Souza. Técnico: Ney Franco.

Conquista - Augusto, Lorran, Sílvio, Mota e Paulo Vitor; Edimar, Ramires,Moisés e Carlinhos (Rafael Granja); Índio e Tatu. Técnico: Evandro Guimarães.

ATarde