Esporte News

Vitória cobra punição aos envolvidos na confusão da Arena

A diretoria do Vitória se solidarizou, nesta segunda-feira (24), com os torcedores que sofreram para deixar a Arena Fonte Nova após o BA-VI de domingo (23). Na oportunidade, a saída dos rubro-negros do estádio acabou em confusão, com direito a gás de pimenta atirado por policiais militares e troca de socos e empurrões com seguranças da própria Arena.

O presidente do clube, Carlos Falcão mostrou indignação com o ocorrido. O dirigente enviou ofício ao Comandante Geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, e ao Diretor-Presidente da Arena Fonte Nova, Marcos Lessa.

Falcão quer uma punição aos policiais e seguranças, que seriam responsáveis pela ação violenta. O mandatário rubro-negro ainda revelou que se baseou nas imagens de TV, fotos publicadas nos jornais e, principalmente, depoimentos dos torcedores que testemunharam o ocorrido.

Galaticos