Esporte News

Vitória goleia o Mixto por 5 a 1 e garante classificação na Copa do Brasil

O Vitória, que precisava vencer por pelo menos 1 a 0 ou dois gols de diferença, começou a partida desta quarta-feira (16), no Barradão, pressionando o Mixto. O Leão dominou o primeiro tempo e em apenas três minutos abriu dois gols de vantagem. No entanto, a resposta do time mato-grossense veio rápido e a primeira etapa terminou em 2 a 1, resultado que levaria a partida para os pênaltis. Porém, de tanto pressionar nos 45 minutos finais, em mais uma jogada envolvendo Marquinhos e Dinei, o clube baiano conseguiu fazer o terceiro garantindo, dessa forma, a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil. Ainda deu tempo de Vander e Marquinhos fecharem a goleada de 5 a 1. Com a classificação, o rubro-negro aguarda o resultado da partida entre Boa e Salgueiro. 
 
Em apenas cinco minutos Vitória faz dois gols e Mixto diminui o placar
 
Precisando do triunfo, o Vitória começou a partida fazendo valer o mando de campo e partindo para cima do adversário. Nos primeiros 10 minutos da partida, o Leão pressionou o Mixto. A primeira boa chance de abrir o placar aconteceu aos 7 minutos. Max lança para Dinei na pequena área e o atacante divide a bola com o goleiro. Mesmo com algumas investidas da equipe do Mato Grosso, o rubro-negro chegou novamente ao atacante aos 17 minutos, desta vez com Marquinhos, que voltou ao time titular por conta da suspensão de Renato Cajá. Os donos da casa pressionavam, mas tinham dificuldade no último passe. 
 
Aos 22, o Mixto quase surpreendeu o Vitória. Após o cruzamento de Marcos, o atacante Marcley por pouco não alcança para completar para o gol. Como resposta, Mar quinhos arrancou em velocidade, passa para Maxi, que finaliza obrigando o goleiro André a fazer uma grande defesa. Apesar do domínio do Leão na partida, os atacantes do time mato-grossense às vezes assustava Deola. Aos 31, após cruzamento, Felipe Adão obriga o arqueiro a fazer uma defesa em cima da linha.
 

Depois de muitos gols perdidos, Dinei afastou a angústia da torcida rubro-negra e aos 36 minutos abriu o placar. Marquinhos cruza e o atacante tem apenas o trabalho de empurrar para o fundo do gol. Para a alegria dos torcedores do Leão, um minuto depois o árbitro Pablo dos Santos Alves viu penalidade máxima no lance envolvendo Maxi Biancucchi e o goleiro André. Escudero cobra e amplia o placar.
 
Se o Vitória foi rápido para fazer o segundo, o Mixto também foi ágil para diminuir o placar. Aos 41, Geovane sobra sozinho na área, bate de esquerda e faz o primeiro do Mixto. Com este resultado parcial, a decisão da vaga para a segunda fase seria decidida nos pênaltis. 
 
Vitória pressiona, faz dois gols e garante classificação
 
Assim como no primeiro tempo, o Vitória iniciou a segunda etapa pressionando o Mixto e em busca do gol. Mas a falta de boas oportunidades e o passar do tempo começaram a irritar os torcedores presentes no Barradão. Novamente o rubro-negro tinha espaço para chegar até o ataque, mas falhava na hora do último passe. O resultado parecia agradar os jogadores do time visitante, que procuravam tocar a bola e diminuir o ritmo do jogo.
 
Aos 14 minutos o Leão teve a chance de acabar com a comodidade do rival, mas errou de novo na hora da finalização. Marquinhos faz ótima jogada em velocidade, passa para Dinei, mas o atacante se atrapalha na hora do chute. De tanto pressionar, finalmente o rubro-negro conseguiu tranquilizar a torcida. Marquinhos, um dos melhores em campo, novamente chega bem e passa para Dinei, que dessa vez não desperdiça a chance.
 
Com o gol e por não poder tomar mais nenhum, o Vitória passou a esperar o Mixto no contra-ataque, estratégia de jogo utilizada pelo time mato-grossense até então. Mas Vander garantiu a tranquilidade do Leão aos 35 minutos. Dinei tocou para o meia que sozinho na área botou para o fundo do gol. O lance selou a classificação do dos donos da casa para a próxima fase da Copa do Brasil.
 
FICHA TÉCNICA
Copa do Brasil
Vitória 5 x 1 Mixto 
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA).
Data: terça-feira, 16 de abril.
Horário: 19h30.
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (SE).
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (SE) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE). Gols: Dinei (2), Escudero, Vander, Marquinhos (Vitória); Geovane (Mixto)
 
Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Mansur; Michel, Luís Alberto, Marquinhos e Escudero; Maxi Biancucchi e Dinei. Técnico: Caio Júnior.
 
Mixto: André; Marcos, Soares Júnior, Kall (Odaiu) e Jorginho; Natan, Kiko (Gean), Vítor e Robinho; Felipe Adão (Marcley) e Jeovani. Técnico: Cláudio Adão.
 
Por: Bahia Notícias