Esporte News

Sport derrotar o Vitória da Conquista e avança na Copa do Brasil

Futebol Baiano
O Sport não começou bem o jogo desta quarta-feira, diante do Vitória da Conquista, mas fez o suficiente para garantir um triunfo por 2 a 0 e avançou à segunda rodada da Copa do Brasil. Com o bom resultado obtido diante da torcida, na Ilha do Retiro, o Rubro-negro do Recife se credenciou para enfrentar o ABC, que eliminou o Parnahyba-PI.

A equipe do interior baiano até surpreendeu no primeiro tempo, com um jogo ofensivo, bom toque de bola e uma certa objetividade no ataque. Mas um lance no último minuto do primeiro tempo mudou a história do jogo. O Sport teve um pênalti convertido por Marcos Aurélio e ainda contou com a expulsão de Mica, do time baiano. O que garantiu um segundo tempo mais tranquilo para o Rubro-negro. O Leão criou muitas chances, mas só foi ampliar o marcador aos 35 minutos, com Érico Jr.

Agora, o time comandado por Sérgio Guedes se dedicará à preparação para o jogo contra o Ypiranga-PE, em Caruaru, no próximo domingo, na primeira partida válida pelas semifinais do Campeonato Pernambucano. O Sport terminou o segundo turno, que serviu como fase classificatória, com a melhor campanha.

Já o Vitória da Conquista foca as atenções nas disputas do Campeonato Baiano. Na lanterna do grupo 2 da segunda fase, a equipe do interior recebe o Feirense, último colocado do grupo 1, e precisa desesperadamente dos três pontos para seguir sonhando com a classificação para as semifinais.

O jogo começou em ritmo acelerado. O time baiano, surpreendentemente, tocava bem a bola e logo aos três minutos conseguiu uma boa chance, em um chute de Edimar, que obrigou Magrão a fazer uma defesa difícil. Na sobra, Raul ainda tentou o chute, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora. No minuto seguinte, o Sport respondeu. Marcos Aurélio tentou levar a bola, ela escapou e chegou a Mateus Lima. O centroavante bateu de primeira, mas mandou para fora. Aos 11, mais uma chance para o Vitória da Conquista: Escanteio na esquerda, Carlos Alberto cabeceou no segundo pau e Heverton, no primeiro, por muito pouco não alcança a bola. Em outro chute de fora, Raul quase marcou.

A partir daí, o Sport passou a ter mais a posse de bola e a explorar com mais qualidade os espaços vazios deixados pelo time baiano. Ainda assim, não conseguiu chances muito claras de gol. Um chute de Reinaldo, aos 14, uma conclusão de dentro da área de Felipe Azevedo, aos 25, foram as melhores oportunidades. Aos 44, veio o lance que deu tranquilidade ao Rubro-negro do Recife. Em uma boa trama pela direita, Lucas Lima serviu a Narcos Aurélio, que bateu mascado. A bola fez uma trajetória estranha, mas passou pelo goleiro Alex. O lateral Mica esticou o braço e salvou com a mão. Pênalti e cartão vermelho para o camisa 2. Na cobrança, Marcos Aurélio deslocou o goleiro e fez 1 a 0 para o Sport.

Com um homem a mais e a grande vantagem aberta no placar agregado, após o gol, já que já havia vencido o primeiro jogo, em Vitória da Conquista, por 1 a 0, o Sport jogou solto na etapa final. O time pernambucano foi criando uma chance atrás da outra. Já nos dois primeiros minutos foram duas oportunidades, com Marcos Aurélio e Reinaldo. Aos 7, Cicinho criou boa chance. Ele bateu uma falta rasteiro e Felipe Azevedo quase mandou para as redes. Aos 14, foi a vez do próprio Cicinho tentar. Ele mandou um chutaço de fora da área e acertou o travessão. O jogo estava tão tranquilo que Sérgio Guedes decidiu poupar Felipe Azevedo, Marcos Aurélio e Mateus Lima.

A equipe baiana praticamente assistia à pressão do Sport e praticamente não criava. O Rubro-negro do Recife seguia no ataque e chegou a marcar um gol legítimo, aos 16 minutos, que foi anulado pela arbitragem, que marcou impedimento de Lucas Lima. Mas o jogador do Sport estava em posição legal. Aos 24 foi a vez de Felipe Menezes ter um gol anulado, desta vez de forma correta. Os comandados de Sérgio Guedes queriam aumentar o placar e conseguiram aos 35 minutos. Felipe Menezes desceu pela direita e cruzou da linha de fundo. Érico Jr. entrou como um raio pelo meio da zaga e bateu na saída de Alex. A partir daí, o Rubro-negro administrou o resultado e saiu de campo com o triunfo e a vaga.

Fonte: Globo Esportes