Esporte News

Maranhão e Piuaí quer vaga no Campeonato do Nordeste 2014

Mal acabou a partida que garantiu o título da Copa do Nordeste 2013 ao Campinense, e Marcos Ferreira, vice-presidente da CBF - Região Nordeste -, já falou sobre a edição do ano que vem. E ele foi enfático ao garantir a possibilidade do Maranhão e Piauí serem incluídos na competição. O dirigente estava com a comitiva da entidade que prestigiou a decisão do campeonato que terminou na vitória do time paraibano por 2 a 0 sobre o ASA de Arapiraca, no Estádio Amigão, em Campina Grande.

- Maranhão e Piauí estão pleiteando entrar, mas essa é uma decisão que tem que vir das federações, dos clubes e da Liga do Nordeste. Mas a CBF pretende acatar se for consenso e economicamente viável para os clubes – garantiu.

Os dois estados, por serem mais afastados geograficamente dos demais, participavam da extinta Copa Norte - que assim como a Copa do Nordeste também deve ser resgatada. No entanto, os presidentes destas federações já manifestaram a vontade de não competir a fim de reforçar o pedido de serem incluídos na competição da região à qual eles realmente pertencem.

Em entrevista dada para o Globoesporte.com/PI, em fevereiro, o presidente da Federação de Futebol do Piauí, Cesarino Oliveira, revelou que teve contato com alguns dirigentes do Nordeste e que eles sinalizaram positivamente para a inserção de dois times de cada estado na competição.

Vaga na Sul-Americana

A tão sonhada vaga na Copa Sul-Americana, segundo Marcos Ferreira, de fato só vai ficar mesmo para o campeão da Copa do Nordeste do ano que vem. Aliás, ele vai mais além e revela que o Campinense, mesmo conquistando o título deste ano, sequer terá o direito automático de defender a taça de 2014. Segundo ele, são decisões adotadas antes do início da competição e previstas em regulamento.

- Foi acordado com a Conmebol que a vaga na Copa Sul-Americana só seria dada ao campeão de 2014. É uma pena, mas foi um pleito feito somente a partir deste ano – explicou.

Sobre a possibilidade do Campínense já ter, por ter sido campeão, a classificação garantida para 2014, o diretor de competições da entidade máxima do futebol brasileiro, Virgílio Elísio, explica a “matemática” feita para definir os clubes participantes da Copa. Segundo ele, não dá para criar mais uma vaga, já que o regulamento do campeonato prevê uma primeira fase com 16 times, que se dividem em quatro grupos de quatro.

Neste ano, Bahia e Pernambuco tiveram direito cada um a três vagas, e Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas e Paraíba, ficaram com duas vagas, cada.

Fonte: Globo Esportes