Esporte News

'Gatos', dois atletas são dispensados da base do Bahia

Uma surpresa. Foi assim que o superintendente das categorias de base do Bahia, Newton Mota, definiu a dispensa de dois jovens jogadores, após apresentaram uma adulteração na documentação.
 
Ao conceder entrevista coletiva, no Fazendão, Mota explicou o caso. De acordo com ele, os atletas que chegaram ao clube chamados de Geovani, de 17 anos, e Romilson, 16, cometeram uma fraude, trocando nome e idade para poder atuar no Bahia.

- O que aconteceu é que agora tivemos a confirmação de que dois garotos que atuavam na categoria 1998 tinham idade irregular. Ele (Geovani) chegou aqui com a certidão de outra pessoa. Ele, que é meia direita, tinha 17, mas a documentação era de 14 anos. Romilson também tinha esse problema. O Romilson é um volante, mas na verdade se chama R... Esse era “gato” de dois anos, com 16 e que dizia ter 14 – detalhou.

Triste pelo resultado da investigação, que durou quase dois anos, Newton Mota confirmou a saída dos jogadores e, de antemão, informou que o caso será analisado pela polícia.

- Depois que recebemos a comprovação oficial da adulteração, chamamos os responsáveis e comunicamos da decisão de dispensar esses atletas. Agora isso é caso de polícia. Os dois vieram para o Bahia através de peneiras. O Romilson fez uma peneira, enquanto o Geovani fez um teste aqui no Fazendão e foi aprovado. Os cartórios foram alertados  e vão tomar providências jurídicas – concluiu.
 
Por: Bahia Notícias