Esporte News

Botafogo-BA pode ir do céu ao inferno

Viver entre a cruz e a espada é rotina nos clubes pequenos da Bahia. Este ano, sem o apoio de empresas estatais e sem a presença da dupla Ba-Vi na primeira fase, a situação ficou ainda mais grave para essas equipes. Único ‘pequeno’ da capital, o Botafogo viverá nessa última rodada do Baianão, uma situação que o coloca, literalmente, entre o céu e o inferno. O time tem 7 pontos e pode tanto se classificar para a 2ª fase da competição, quanto ser rebaixado. “O futebol é mágico. No domingo, estávamos vencendo o Juazeirense, daí todos os placares mudaram. Mas tenho consciência absoluta que vamos vencer o Serrano”, disse Adalberto Lopes, presidente do clube ‘Mais Simpático’.

Se bater o time do Sudoeste, a equipe garante a classificação à próxima fase do Baiano. No entanto, caso perca, e Atlético ou Fluminense vençam seus jogos, o Diabo Rubro será rebaixado. Um dos fatores que mais influenciaram na atual situação do Botafogo foi o excesso de empates. Foram quatro empates em sete oportunidades, com apenas uma vitória. “Perdemos apenas dois jogos, mas empatamos muitos outros, sendo que jogamos melhor em todos eles”, afirmou Adalberto.

Apesar de elogiar o atual elenco, Adalberto admite que mudanças podem acontecer, tanto em caso de sucesso, como de degola. “É preciso modificar algumas peças, mas temos que fazer uma avaliação, conversando com o técnico Ricardo Silva”.

Outra mudança que irá acontecer é em relação ao mando de campo para o jogo decisivo contra o Serrano, domingo. O Mais Simpático jogará no Barradão, com ingressos a R$ 10. Mulheres acompanhadas entrarão de graça. A medida acontece em função de boa parte do elenco conhecer o estádio, já que são emprestados do Vitória, além de não pagarem o aluguel, que será cedido pelo rubro-negro.

Fonte: Atarde